Receba Newsletter

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

IAB-RS NÚCLEO RIO GRANDE: audiência discute turismo sustentável e a Festa do Mar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Na tarde do dia 26 de novembro, no Plenário da Câmara Municipal de Rio Grande, foi realizada uma audiência pública para apresentação dos projetos urbanísticos do Complexo Turístico Sustentável dos Molhes da Barra e da 10ª Festa do Mar. A audiência foi solicitada pela vereadora Maria de Lourdes Lose (PT) e contou com a presença dos arquitetos do Núcleo Cidade do Rio Grande do Instituto de Arquitetos do Brasil. Além de apresentarem os projetos, eles também se colocaram à disposição do público para dirimir dúvidas e esclarecer detalhes. Leia mais no site do IAB-RS, na seção Núcleos do IAB-RS. O projeto Complexo Turístico Sustentável dos Molhes da Barra foi apresentado pelo seu autor, o arquiteto Marcio Lontra, Presidente do Núcleo, que o elaborou como trabalho de pós-graduação em Arquitetura Bioclimática e Meio Ambiente na Universidade Politécnica de Madri (Espanha).
Festa do Mar
O outro projeto urbanístico apresentado durante a audiência foi o da 10º Festa do Mar, elaborado pelos arquitetos Fabio Gomes, Adriana Anca, Letícia Estima, Maria Lúcia Porciúncula, Marcio Lontra, Glênio Aguiar, Oscar Décio Carneiro, Paulo Sérgio Camargo e Sérgio Calheiros que representavam o Núcleo Cidade do Rio Grande do Instituto de Arquitetos do Brasil. O projeto apresentado pelos arquitetos visa valorizar o patrimônio histórico e marítimo natural existente e mesclado com linhas futuristas para as estruturas de apoio. A Festa será realizada de 17 a 27 de março de 2005 nos pavilhões do Porto Velho.

IAB - RS

Por: Diretoria Instituto de Arquitetos do Brasil - IAB

Outras Notícias

Nota pública: Suspensão da urbanização da Fazenda do Arado

A fazenda do Arado é patrimônio ambiental, arqueológico, histórico, cultural, arquitetônico e paisagístico de Porto Alegre, constituindo-se de uma zona primordial para manutenção de espécies da fauna e da flora, sujeita a enchentes e alagamentos por encontrar-se abaixo da cota de inundação do Guaíba. A zona serve como espaço de extravasamento natural do Guaíba, importante de ser preservado. O IAB RS reitera a necessidade de atenção máxima por parte dos governantes, sociedade civil, entidades e instituições às questões ambientais e suas relações com a cidade.

Leia Mais →

Na mídia: IAB RS participa de reportagem da Folha de São Paulo sobre reconstrução do RS

A copresidente do IAB RS, Clarice Misoczky de Oliveira, concedeu entrevista para reportagem da Folha de São Paulo. O ponto central foi a reconstrução do RS. “A questão habitacional é mais dramática. Há municípios no Vale do Taquari, como Muçum e Roca Sales, que se desenvolveram em áreas de encostas. Cidades como Santa Tereza em que parte das casas estão em áreas de inundações. Precisamos construir com segurança”, disse.

Leia Mais →

MANIFESTO IAB RS PARA A RECONSTRUÇÃO DO RS

Considerando a enorme tragédia causada pelos efeitos da crise climática e pelo descaso do poder público com o planejamento urbano e regional sustentável na promoção de cidades justas, igualitárias e ecologicamente  equilibradas, a Comissão Cidades/IAB RS, por meio deste, manifesta a necessidade de atenção às questões referentes às diferentes escalas de planejamento, arquitetura e urbanismo para reconstrução das cidades do Rio Grande do Sul, aqui agrupadas em dois grandes grupos: (A) Planejamento Urbano e Regional e (B) Moradia Digna.

Leia Mais →

Outras Notícias

COMUNICADO DO IAB RS SOBRE O ESTADO DE CALAMIDADE CLIMÁTICA

O momento é grave e compreendemos que enquanto Instituto temos um trabalho de articulação de impacto a médio prazo, sendo provocadas e estruturadas redes que auxiliem nas questões habitacionais e de reestruturação das cidades, com projetos que considerem os riscos e impactos que os eventos climáticos tem gerado em nossas cidades, de modo mais frequente e de maior intensidade. Compreendendo a sensibilidade das questões ambientais, com a natureza impondo seus limites, frente às ocupações urbanas.

Leia Mais →