Começa a segunda etapa do Projeto ConectaLAB

Data: 03/11/2021
Fonte: Sabrina Ortácio - Assessoria de Comunicação IAB RS

Fortalecer a mobilização popular e comunitária para construir o acesso universal à água e difundir princípios do Direito à Cidade através de ferramentas de Pedagogia Urbana. Este é o objetivo do Projeto Aplicando o “Guia ConectaLAB - orientações para o acesso à água” nos Territórios de Porto Alegre, que começa suas atividades com 12 encontros no mês de novembro nas comunidades São Borja, Ilha do Pavão e Vila Pedreira. A ideia é colocar em prática as diretrizes da primeira etapa do Projeto abordando a urgência do acesso à água a partir de uma visão comunitária e de construção de alianças institucionais para buscar soluções permanentes.

O ConectaLAB é desenvolvido através de uma parceria entre o Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB RS) e o coletivo TransLAB.URB, com patrocínio do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio Grande do Sul (CAU/RS), através do Edital de Chamamento Público CAU/RS Nº 001/2021.

A primeira etapa “ConectaLAB - Laboratório virtual de soluções para abastecimento de água” – realizada no segundo semestre de 2020, foram mobilizadas 50 pessoas em plataformas digitais, ao longo de 17 semanas, entre equipe, mentoras, provocadoras e participantes de diferentes cidades do país.

“Depois deste grande esforço para reunir e organizar a inteligência coletiva em um material potente, com a continuação da crise sanitária global do Coronavírus, era fundamental levar este conteúdo para os territórios urbanos, de modo a auxiliar na criação de estratégias para superar a falta de acesso à água e outros problemas cotidianos”, destacam os arquitetos e urbanistas Leonardo Brawl e Paula Motta, coordenadores do Projeto.

As ações diretas nos territórios buscam:
• orientar a construção coletiva de estratégias para as questões relacionadas ao acesso à água;
• estimular a geração de autonomia para a solução de problemas comunitários;
• capacitar agentes comunitários para a identificação de possíveis alianças;
• fazer a mediação entre os diferentes agentes envolvidos;
• oferecer consultorias jurídica e administrativo-financeira para a organização comunitária local;



O público-alvo das atividades são as lideranças comunitárias (oficiais e espontâneas), seguidas das famílias com jovens e crianças – que são um vetor para o desenvolvimento das atividades focadas no fortalecimento do tecido social local.

Os encontros visam a construção de Cadernos de Estratégias para cada uma das três comunidades, contemplando um planejamento de ações de curto, médio e longo prazo para que sejam solucionadas tanto questões emergenciais, quanto permanentes referentes ao acesso à água.

Os coordenadores do ConectaLAB explicam que esta iniciativa deseja reaproximar as comunidades e as equipes técnicas, retomando um papel de relevância social da Arquitetura e Urbanismo dentro das realidades mais precárias, reforçando outras possibilidades de atuação profissional, nas quais o papel de uma pessoa solucionadora técnica soma-se à função de mediadora nas dinâmicas dentro das cidades. “Além de propor uma atuação conjunta com profissionais de outras áreas, incentivando a transdisciplinaridade para lidar com a complexidade das cidades e o histórico problema estrutural da falta de acesso à água, principalmente nos bairros menos assistidos pela Administração Pública e demais setores da sociedade”, complementam os arquitetos.

Confira a programação dos encontros:

ENCONTRO #1
Sábado 06 de Novembro 14h às 18h
• Ilha do Pavão (bairro Arquipélago)
• Vila Pedreira (bairro Cristal)
*Domingo 07 de Novembro 14h às 18h
• São Borja (bairro Sarandi)

ENCONTRO #2
Sábado 13 de Novembro 14h às 18h
• Ilha do Pavão (bairro Arquipélago)
• Vila Pedreira (bairro Cristal)
• São Borja (bairro Sarandi)

ENCONTRO #3
Sábado 20 de Novembro 14h às 18h
• Ilha do Pavão (bairro Arquipélago)
• Vila Pedreira (bairro Cristal)
* Domingo 21 de Novembro 14h às 18h
• São Borja (bairro Sarandi)

ENCONTRO #4
Sábado 27 Novembro 14h às 18h
• Ilha do Pavão (bairro Arquipélago)
• Vila Pedreira (bairro Cristal)
• São Borja (bairro Sarandi)