Receba Newsletter

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

Casa cheia no debate sobre Economia Criativa e Gentrificação

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Na última quarta-feira (03/08) o Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB RS) promoveu o debate “Economia Criativa x Gentrificação”. O evento gratuito ocorreu  no Ponto de Cultura Solar do IAB RS, com a participação de integrantes do Grupo de Pesquisa Identidade e Território (GPIT), da UFRGS; da economista e administradora Ana Carla Fonseca – doutora em Arquitetura e Urbanismo pela USP, com tese em cidades criativas;  e do arquiteto Carlos Ribeiro Furtado – especialista em habitação social pela University College London.
 
A mediação foi do arquiteto Leonardo Brawl Márquez – Co-Fundador do TransLAB – Instituto de Pesquisa em Inovação Social e integrante do NEC – Núcleo de Economia Criativa da Prefeitura de Porto Alegre.
 
O debate teve como proposta de trazer à luz a discussão de comportamentos, ocupações, coletivos, empoderamento do espaço público e demais novas construções de imaginários coletivos. 

Também foi abordado o campo do planejamento urbano em Porto Alegre, que vive um momento de boom por parte do poder público, academia, iniciativa privada e a sociedade civil com a questão dos "criativos".

SAIBA MAIS SOBRE OS PARTICIPANTES:

Ana Carla Fonseca – Possui graduação em Economia pela Universidade de São Paulo (1996), graduação em Administração Pública pela Fundação Getúlio Vargas – SP (1989), mestrado com distinção e louvor em Administração de Empresas pela Universidade de São Paulo (1997), MBA pela Fundação Dom Cabral (1999) e doutorado em Arquitetura e Urbanismo – FAU-USP (2011), com tese em cidades criativas. Liderou projetos regionais e globais por 15 anos, em marketing e gestão do conhecimento de multinacionais, na América Latina, em Londres e Milão. Desde 2004 é sócia-diretora da Garimpo de Soluções economia, cultura & desenvolvimento, empresa pioneira em economia, cultura e desenvolvimento. É consultora e conferencista internacional em cinco línguas, tendo palestrado sobre economia criativa, inovação e negócios, e cidades criativas em todos os estados brasileiros e em 21 países. Assessora em economia criativa para a ONU (UNCTAD e PNUD), curadora de congressos nacionais e internacionais, é consultora em economia criativa, cidades criativas e desenvolvimento para empresas, órgãos públicos e instituições. É autora de livros com sistematização de informações internacionais, como Marketing Cultural e Financiamento da Cultura (Cengage, 2002) e Economia da Cultura e Desenvolvimento Sustentável (Manole, 2006 – Prêmio Jabuti 2007 em Economia, Administração e Negócios). Concebeu, organizou e coeditou as antologias digitais globais Economia Criativa como Estratégia de Desenvolvimento (2008, trilingue, que alcançou 40 mil downloads em cinco meses), Creative City Perspectives (2009, congregando 18 autores de 13 países) e Cidades Criativas, Soluções Inventivas o papel da Copa, das Olimpíadas e dos museus internacionais (2010), além de ter coorganizado Economia da Cultura ideias e vivências (2009). Foi consultora para a América Latina e o Caribe para o Creative Economy Report 2008 e participou e/ou coordenou vários relatórios e reuniões internacionais da ONU, nas Américas, África, Ásia e Europa. É professora convidada do MBA em Bens Culturais da Fundação Getulio Vargas/SP e membro da Associação Internacional de Economia da Cultura (ACEI), da Associação Internacional de Desenvolvimento Urbano (INTA), do Laboratório Iberoamericano para Pesquisa e Inovação em Cultura e Desenvolvimento (UNESCO), do Corpo Mundial de Peritos em Políticas Públicas da UNESCO, do Conselho Editorial da Revista Página 22 e do Comitê de Diversidade do Banco Santander.

GPIT – O Grupo de Pesquisa Identidade e Território (GPIT), da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), é membro da Rede Latinoamericana Imagem Identidade e Território (Laiit) e foi criado com a intenção de integrar ensino de graduação e pós-graduação, pesquisa e extensão. Os estudos se dão sobre temas como Memória, Paisagem e Patrimônio cultural, Classe e Território, Imagem e Território. Tendo como objeto de estudo as formas discursivas imagéticas, as relações entre classe e território, em especial da segregação espacial das classes pobres e da gentrificação de áreas centrais. Atua na área do Planejamento Urbano e Regional e Ciências Sociais Aplicadas e atualmente conta com pesquisadores com formação em em diversas áreas como Sociologia, Arquitetura e Urbanismo, História, Comunicação, Administração, Artes Visuais. Desenvolve a pesquisa "Como anda a favela no Brasil? O discurso em definições e imagens", junto ao CNPq. Recentemente realizou intervenção artística, durante o III Encontro de Cidades e Universidades, com a obra intitulada "Ocupa Tapume", um convite à reflexão crítica sobre intervenções que pretendem suprimir a memória da cidade. Participou da Mostra Internacional de arte impressa "Deambulações: Entre Gravuras e Rinocerontes, promovida pelo Núcleo de Arte Impressa (IA/UFRGS) e Goethe-Institut Porto Alegre, com a obra "Rinocidade". Realizou em parceria com a produtora Prana Filmes, o curta-metragem "Pela UFRGS" sobre a vida na Universidade, inspirado pelo filme "At Berkeley", de Frederik Wiseman.

Carlos Ribeiro Furtado – Possui graduação em Arquitetura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1973), especialização em habitação social pelo Bowncentrum International Education, mestrado em Urban Development Planning – University College London (1984) e doutorado em Sociologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2004). Atualmente é professor associado I da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e no Programa de Pós-Graduação em Planejamento Urbano – PROPUR. Tem experiência na área de Arquitetura e Urbanismo, com ênfase em Planejamento e Projeto do Espaço Urbano, atuando principalmente nos seguintes temas: habitação, urbanismo, sociologia, política urbana e gentrificação. Possui um livro publicado sobre gentrificação sob o título: Intervenção do Estado e (re) estruturação urbana. Um estudo sobre gentrificação. Cadernos Metrópole (PUCSP).

Leonardo Brawl Márquez – Arq. Leonardo Brawl, que foi contratado em 2012 pela prefeitura de PoA para ajudar na elaboração do NEC – Núcleo de Economia Criativa. É músico profissional e por dois anos representou o RS na Câmara Setorial da Música em Brasília. Leonardo é Co-Fundador do TransLAB – Instituto de Pesquisa em Inovação Social, onde desenvolveu atividades em rede com o conceito do empreendedorismo social e os desafios da chamada "nova economia". Leonardo é um dos representantes do Placemaking no Brasil, e dentro desta abordagem do entendimento das qualidades que fazem de um "espaço", um "lugar", existe a questão do viés da economia e os aspectos de ativação do território a partir da compreensão das economias (formais, informais, de capital monetário, capital intelectual e capital social).

IAB - RS

Por: Diretoria Instituto de Arquitetos do Brasil - IAB

Outras Notícias

IAB RS retoma editais de cultura

Após uma pausa por conta das enchentes que assolaram o Rio Grande do Sul, o IAB RS está pronto para a retomada dos editais de cultura. Os contemplados no Edital Galeria Espaço IAB e no Edital de Ocupação Artístico-Cultural serão divulgados na próxima quarta-feira, 10 de julho.

Leia Mais →

Exposição “Portugal, 50 anos da Revolução dos Cravos” reabre no IAB RS

Em virtude dos efeitos da crise climática que se abateu sobre Porto Alegre e Rio Grande do Sul, a visitação da exposição “Portugal, 50 anos da Revolução dos Cravos”, inaugurada no dia 25 de abril no IAB RS, foi interrompida. A iniciativa foi reaberta no dia 3 de julho, e segue em cartaz até 31 de julho, com visitação disponível de segunda à sexta, das 10h às 12h, e das 14h30 às 17h30.

Leia Mais →

Nota de falecimento: Emil Bered

Faleceu hoje, 2 de julho, em Porto Alegre, o arquiteto e ex-presidente do IAB RS Emil Bered. As homenagens serão realizadas na capela 3 do Crematório Metropolitano, em Porto Alegre, a partir das 12h, e a cremação será às 17h.

Leia Mais →

IAB relembra manifesto contra A LGBTQIA+fobia

No encerramento do mês do orgulho LGBTQIA+, rememoramos o manifesto lançado há quatro anos pelo Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), elaborado pelos arquitetos Natan Arend, Igor Vetyemy e Luiz Sarmento. O IAB reitera seu firme compromisso com a defesa da diferença, da liberdade e dos direitos da comunidade LGBTQIA+. Em 28 de junho, celebra-se o Dia de Luta contra a LGBTQIA+fobia, data que evoca a Revolta de Stonewall em 1969, marco inicial na resistência contra décadas de opressão e criminalização policial da comunidade LGBTQIA+.

Leia Mais →

Outras Notícias

Nota pública: Suspensão da urbanização da Fazenda do Arado

A fazenda do Arado é patrimônio ambiental, arqueológico, histórico, cultural, arquitetônico e paisagístico de Porto Alegre, constituindo-se de uma zona primordial para manutenção de espécies da fauna e da flora, sujeita a enchentes e alagamentos por encontrar-se abaixo da cota de inundação do Guaíba. A zona serve como espaço de extravasamento natural do Guaíba, importante de ser preservado. O IAB RS reitera a necessidade de atenção máxima por parte dos governantes, sociedade civil, entidades e instituições às questões ambientais e suas relações com a cidade.

Leia Mais →