Receba Newsletter

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

Começa a Conferência de Avaliação do Plano Diretor

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Você consegue chegar rápido ao seu trabalho ou escola? Seu bairro precisa de mais áreas verdes? Você prefere casas ou prédios no seu bairro? Essas e outras questões relacionadas ao crescimento de Porto Alegre serão debatidas na Conferência de Avaliação do Plano Diretor, que o IAB RS marcará presença nesta terça, quarta e quinta-feira, 7, 8 e 9 de março, no Salão de Atos da PUCRS.

Promovida pela Diretoria de Planejamento Urbano da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Urbanismo e Sustentabilidade (Smamus), a conferência vai analisar os pontos positivos e negativos do atual Plano Diretor, instituído pela Lei Complementar 434/1999 e atualizado pela Lei Complementar 646/2010.

“Porto Alegre enfrenta sérias questões habitacionais, de moradia digna, de mobilidade urbana e de acesso aos serviços e processos participativos. O direito à cidade é também poder transformar a cidade onde se vive. Sabemos que ainda há a restrição para que cidadãos possam se manifestar no Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano Ambiental (CMDUA), além da diminuição do poder dos conselhos. Temos então a participação exclusiva de grupos específicos”, critica Clarice Oliveira, co-presidente do IAB RS.

O encontro está dividido em três etapas. No primeiro dia, acontecem 14 palestras, com visões divergentes, sobre os sete eixos temáticos para todos. No segundo dia, os participantes se dividem em salas menores para discutir exclusivamente cada um dos temas. No terceiro dia, todos se reúnem novamente para avaliar e votar os resultados de cada eixo.

No momento da inscrição, o participante pode escolher entre os eixos: Desenvolvimento Social e Cultura; Ambiente Natural; Patrimônio Cultural (lista de espera); Mobilidade e Transporte; Desempenho, Estrutura e Infraestrutura Urbana (lista de espera); Desenvolvimento Econômico e Gestão da Cidade.

Após, o processo de revisão do plano diretor entra na etapa de sistematização das propostas, quando técnicos da Smamus vão cruzar as informações obtidas a partir dos interesses da população com os dados sobre a cidade, subsidiados pela consultoria contratada. Nesta etapa, haverá vários encontros com a participação da população. Depois de consolidadas as propostas, vem a etapa de elaboração do projeto de lei, audiência pública e envio do texto para o Legislativo.

*notícia com informações divulgadas no site da Prefeitura de Porto Alegre

IAB - RS

Por: Diretoria Instituto de Arquitetos do Brasil - IAB

Outras Notícias

Nota pública: Suspensão da urbanização da Fazenda do Arado

A fazenda do Arado é patrimônio ambiental, arqueológico, histórico, cultural, arquitetônico e paisagístico de Porto Alegre, constituindo-se de uma zona primordial para manutenção de espécies da fauna e da flora, sujeita a enchentes e alagamentos por encontrar-se abaixo da cota de inundação do Guaíba. A zona serve como espaço de extravasamento natural do Guaíba, importante de ser preservado. O IAB RS reitera a necessidade de atenção máxima por parte dos governantes, sociedade civil, entidades e instituições às questões ambientais e suas relações com a cidade.

Leia Mais →

Na mídia: IAB RS participa de reportagem da Folha de São Paulo sobre reconstrução do RS

A copresidente do IAB RS, Clarice Misoczky de Oliveira, concedeu entrevista para reportagem da Folha de São Paulo. O ponto central foi a reconstrução do RS. “A questão habitacional é mais dramática. Há municípios no Vale do Taquari, como Muçum e Roca Sales, que se desenvolveram em áreas de encostas. Cidades como Santa Tereza em que parte das casas estão em áreas de inundações. Precisamos construir com segurança”, disse.

Leia Mais →

MANIFESTO IAB RS PARA A RECONSTRUÇÃO DO RS

Considerando a enorme tragédia causada pelos efeitos da crise climática e pelo descaso do poder público com o planejamento urbano e regional sustentável na promoção de cidades justas, igualitárias e ecologicamente  equilibradas, a Comissão Cidades/IAB RS, por meio deste, manifesta a necessidade de atenção às questões referentes às diferentes escalas de planejamento, arquitetura e urbanismo para reconstrução das cidades do Rio Grande do Sul, aqui agrupadas em dois grandes grupos: (A) Planejamento Urbano e Regional e (B) Moradia Digna.

Leia Mais →

Outras Notícias

COMUNICADO DO IAB RS SOBRE O ESTADO DE CALAMIDADE CLIMÁTICA

O momento é grave e compreendemos que enquanto Instituto temos um trabalho de articulação de impacto a médio prazo, sendo provocadas e estruturadas redes que auxiliem nas questões habitacionais e de reestruturação das cidades, com projetos que considerem os riscos e impactos que os eventos climáticos tem gerado em nossas cidades, de modo mais frequente e de maior intensidade. Compreendendo a sensibilidade das questões ambientais, com a natureza impondo seus limites, frente às ocupações urbanas.

Leia Mais →