Receba Newsletter

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

Corrupção urbanística foi tema de debate no IAB

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
A procuradora do município de Porto Alegre, Vanesca Buzelato Prestes, foi a palestrante da Quarta no IAB, na noite de 24 de maio.  O Solar do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB RS) recebeu cerca de 50 pessoas na palestra "Corrupção Urbanística: da ausência de diferenciação entre direito e política no Brasil".  Vanesca apresentou sua tese de doutorado desenvolvida na Università Del Salento, Itália, evidenciando a naturalização de práticas de corrupção na área de planejamento urbano

Para Vanesca, corrupção urbanística é uma forma de corrupção que não se vê, pois acontece por meio de leis que são aprovadas a partir de financiamentos específicos, de alterações de índices construtivos sem exames técnicos, e isso dá uma enorme margem para espaços corruptivos. “O tema da corrupção urbanística é bastante trabalhado na Europa, e na minha tese de doutorado fiz uma análise sobre casos na Itália, Portugal e Espanha na década de 2000. Além disso, falo também sobre o que a gente deixa de ter no Brasil sobre isso”, informou.
 


A procuradora lembrou de alguns casos que tiveram repercussão aqui no Brasil. Em 2014, a prefeitura de São Paulo recebeu em torno de R$ 50 milhões do banco alemão Deustche Bank, valor originário da construção do túnel Ayrton Senna na época em que Paulo Maluf (PP) era prefeito. “Esse banco alemão recebeu dinheiro de propina; e, a partir de tratados internacionais, se rastreou o valor e foi devolvido para evitar processos. Hoje, está em andamento essa investigação a respeito de empresas beneficiadas na construção de novas linhas do metrô paulistano”, explicou.

Segundo Vanesca, um problema sério é que a corrupção urbanística é vista como normal, até porque ela ocorre de muitas maneiras, inclusive através de mudanças na lei. Ela acredita que tais práticas existem, porque tem quem acolha isso; e alguns setores de construção civil e mercados técnicos têm acesso a descaminhos, que são conhecidos por poucos, e não abrem mercado de modo externo. “Fica como se fosse tudo em família”, criticou.


Refletindo sobre a forma de combater a corrupção, Vanesca citou como exemplo Portugal, que adotou uma série de medidas, pouco tempo depois de um boom imobiliário em 2007, que gerou uma série de empreendimentos na costa litorânea. “Lá se criou um novo tipo penal, o crime contra o ordenamento urbanístico, com foco nesse problema. E na Espanha, também se apertaram bastante os procedimentos, por conta de cidades inteiras construídas por meio de negociações irregulares” disse.

Ela avaliou que essas atitudes de combate mostram que esse problema importa cada vez mais para eles, enquanto nós não enxergamos. “Por isso é obrigatório que qualquer obra urbanística precisa de estudo técnico. Planejamento urbano é matéria de Estado, e não de governo”, disse a procuradora, destacando ainda que “Aqui, o urbanismo ainda carece dessa visão, e a população perde muito com isso”.
 


Com a proximidade da nova revisão do Plano Diretor, Vanesca acha importante que para coibir brechas à corrupção é p preciso se evitar ao máximo espaços vazios dentro dele. “Quanto mais informações houver, e quanto mais os cidadãos souberem do que se trata, menor a possibilidade de espaços corruptivos”, finalizou.

Saiba mais sobre a palestrante:
Doutora pela Università Del Salento – Itália, mestre PUC/RS, especialista ESDM/Ritter dos Reis, professora convidada de especializações em direito público e ambiental da UFRGS, PUC, Unisinos e Gestão do Território Unisinos, entre outras; procuradora do município de Porto Alegre.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa IAB RS com informações publicadas no Jornal do Comércio (http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2017/05/politica/564286-procuradora-alerta-sobre-corrupcao-urbanistica.html)
IAB - RS

Por: Diretoria Instituto de Arquitetos do Brasil - IAB

Outras Notícias

Documentário “Vozes da arquitetura Porto Alegrense” encerra programação de aniversário do IAB RS

O último dia da programação especial que comemorou os 76 anos do IAB RS foi marcado pela exibição do documentário “Vozes da Arquitetura Porto Alegrense”. O filme, produzido pela entidade com apoio institucional do CAU/RS, reuniu depoimentos de 19 profissionais, que falaram sobre a profissão e suas percepções envolvendo aspectos como criatividade, coletividade e outros significados. Além da exibição, foram anunciados dois editais de cultura. 

Leia Mais →

NOTA PÚBLICA

As entidades Associação dos Técnicos de Nível Superior de Porto Alegre (Astec), Instituto de Arquitetos do Brasil – Depto Rio Grande do Sul (IAB RS), Instituto Brasileiro de Direito Urbanístico (IBDU), ONG Acesso Cidadania e Direitos Humanos e Sociedade de Economia do Rio Grande do Sul (SOCECON) entraram com ação ordinária a fim de denunciar irregularidades identificadas no edital e processo eleitoral do Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano e Ambiental – Biênio 2024/2025. 

Leia Mais →

Desafios do planejamento urbano e gestão em Porto Alegre foram temas de debate no IAB RS

A relação envolvendo o setor imobiliário e a administração pública na Capital, bem como os desdobramentos da revisão do Plano Diretor e as eleições para o Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano e Ambiental (CMDUA), foram alguns dos tópicos abordados no debate “Planejamento Urbano e Gestão: desafios atuais e perspectivas futuras para Porto Alegre”, que ocorreu no dia 28 de março na sede do IAB RS, em Porto Alegre.

Leia Mais →

Outras Notícias

Arquiteta Enilda Ribeiro é homenageada em evento do IAB RS

Para comemorar os 76 anos do Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento Rio Grande do Sul (IAB RS), a entidade planejou uma série com três eventos especiais para debater a profissão, relembrar a história e preservar memórias. Na primeira atividade, a palestra “Acervos em arquitetura e urbanismo – homenagem a Enilda Ribeiro” promoveu o encontro entre o professor da FAUUSP e coordenador da biblioteca da FAUUSP, Eduardo Costa; o membro do conselho consultivo do Centro de Memória CAU/RS, José Daniel Simões; e a copresidente do IAB RS e responsável pelo projeto documental, Bruna Tavares. 

Leia Mais →

IAB RS participa do painel RS Seguro COMunidade no South Summit

A copresidente Clarice Oliveira falou sobre a importância dos Concursos Públicos de Projeto e dos processos participativos que o IAB RS vem implantando junto ao governo do Estado. Durante sua fala, destacou que “o IAB RS desenvolve concursos de projeto urbanístico integrai que tem como um pilar muito importante a participação da comunidade no processo inicial de elaboração do programa de necessidades, que vai constituir as bases do concurso público de projetos”.

Leia Mais →

Arquiteta Enilda Ribeiro é destaque na coluna Almanaque, da Zero Hora

Enilda foi uma das primeiras mulheres a ser diplomada no curso específico em Arquitetura no Rio Grande do Sul. Além e ter lutado pela criação do curso superior de graduação na URFGS, foi presidente do IAB/RS entre 1980 e 1981. “Eu gostaria muito de ter conversado, em algum momento, com ela sobre os desafios que foram enfrentados, tanto no IAB-RS quanto em nível nacional, onde ela articulou a construção de ideias e diretrizes para a formação de um conselho próprio de arquitetura e urbanismo”, declarou a co-presidente do IAB/RS, Bruna Tavares.

Leia Mais →