Receba Newsletter

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

Debate no IAB-RS indicou a possibilidade de concurso público para a implantação do metrô de Porto Alegre

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

A implantação do Metrô em Porto Alegre e as transformações que a capital gaúcha sofrerá com esse projeto foram tema de um caloroso debate promovido pelo Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB-RS) na noite da última quarta-feira (20/06) na sede da entidade. Durante duas horas, mais de 70 pessoas lotaram um dos auditórios no Solar do IAB para assistir apresentações, ouvir questionamentos e depoimentos dos palestrantes convidados.

Na mesa, mediada pelo jornalista André Machado, da Rádio Gaúcha, estavam o presidente do IAB-RS, Tiago Holzmann da Silva; o presidente da Trensurb, Humberto Kasper; o coordenador técnico do projeto metrô, Luís Cláudio Ribeiro; e os professores Júlio Celso Vargas, da FA/UFRGS e Marília Dalila Bohrer, da FAU/PUCRS.

Um dos pontos altos do debate foi o Concurso Público para implantação do projeto. “Há uma preocupação pela urbanização do entorno da estação, para que esta não seja encarada apenas como uma obra de engenharia, mas que consiga juntar a questão da arquitetura e urbanismo. Com certeza o metrô estará contribuindo para uma cidade melhor”, opinou a professora Marilia Dalila Bohrer.

O presidente do IAB-RS destacou que é necessária uma discussão pública sobre o planejamento da cidade e a reestruturação do sistema geral do transporte. Para ele, um dos problemas atuais é a questão cultural na cidade: “estamos em um momento que o país e as cidades têm recursos, mas continuamos a reproduzir as práticas de um período em que não tínhamos verbas, cometendo os mesmos erros, caindo nas mesmas armadilhas”, criticou Silva.

Para contribuir com bons exemplos de projeto urbanos, o presidente da Trensurb, citou as linhas de metrô de Tóquio e Lisboa, que são projetadas para reestruturar as cidades. “Cada estação é um grande negócio associado, como lojas e outros empreendimentos. Lisboa planejou linhas de metrô que iam para regiões completamente descampadas, com o objetivo de construir a cidade naquela direção”, explicou Kasper. Ele afirmou que essa filosofia de projeto já está sendo aplicada nas estações em Novo Hamburgo. Kasper também disse que o 4º distrito de Porto Alegre, é sem dúvida, um espaço futuro de reconstrução da cidade. “Nesse aspecto, precisamos pensar em estações de metrô que cumpram funções na sua individualidade, pensando nos detalhes urbanísticos de cada uma”, declarou o presidente da Trensurb.

Já o professor Júlio Celso Vargas, acrescentou que a revitalização do 4º Distrito deve envolver também a região da Avenida Farrapos e entorno. “Eu gostaria de chamar atenção para o conjunto edificado da Farrapos, que tem um certo gabarito, uma linguagem que registra um período histórico. Seria interessante pensar em uma atração turística na região, um circuito paisagístico, tentando retomar esse caráter que ela já teve um dia”, sugeriu o professor da UFRGS.

Outro ponto, do debate foi o sistema de transporte integrado. O coordenador técnico do projeto metrô, Luís Cláudio Ribeiro, disse que a prefeitura de Porto Alegre está propondo uma rede de transporte que considera treze estações para o metrô. “Isso não significa que não possa, como o decorrer do processo, determinar a necessidade de estações que não haviam sido consideradas no projeto inicial”, disse Ribeiro. Para ele, é preciso entender que uma rede integrada não pode ser concebida sem sistemas de ônibus sobrepostos. “O que nós consideramos é o corte de linhas de ônibus ao longo do eixo. A discussão que precisa começar é a respeito do que queremos de cidade para essas avenidas que terão metrô”, afirmou Ribeiro, que na ocasião representou a Prefeitura de Porto Alegre e EPTC. Questionado pelo mediador, ele ainda afirmou que não está descartada a possibilidade de realização de concurso público para as estações do Metrô, como reivindicam os arquitetos.

Tiago Holzmann da Silva encerrou o debate com otimismo dizendo que hoje temos boas oportunidades de construir esse projeto. “Podemos aproveitar os recursos financeiros e humanos que dispomos no momento, para que nossos investimentos resolvam os problemas de maneira integrada. São muitos os desafios, mas se discutirmos isso de forma pública e democrática podemos ter um belo projeto para a cidade”, concluiu o presidente do IAB-RS.

IAB - RS

Por: Diretoria Instituto de Arquitetos do Brasil - IAB

Outras Notícias

Documentário “Vozes da arquitetura Porto Alegrense” encerra programação de aniversário do IAB RS

O último dia da programação especial que comemorou os 76 anos do IAB RS foi marcado pela exibição do documentário “Vozes da Arquitetura Porto Alegrense”. O filme, produzido pela entidade com apoio institucional do CAU/RS, reuniu depoimentos de 19 profissionais, que falaram sobre a profissão e suas percepções envolvendo aspectos como criatividade, coletividade e outros significados. Além da exibição, foram anunciados dois editais de cultura. 

Leia Mais →

NOTA PÚBLICA

As entidades Associação dos Técnicos de Nível Superior de Porto Alegre (Astec), Instituto de Arquitetos do Brasil – Depto Rio Grande do Sul (IAB RS), Instituto Brasileiro de Direito Urbanístico (IBDU), ONG Acesso Cidadania e Direitos Humanos e Sociedade de Economia do Rio Grande do Sul (SOCECON) entraram com ação ordinária a fim de denunciar irregularidades identificadas no edital e processo eleitoral do Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano e Ambiental – Biênio 2024/2025. 

Leia Mais →

Outras Notícias

Desafios do planejamento urbano e gestão em Porto Alegre foram temas de debate no IAB RS

A relação envolvendo o setor imobiliário e a administração pública na Capital, bem como os desdobramentos da revisão do Plano Diretor e as eleições para o Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano e Ambiental (CMDUA), foram alguns dos tópicos abordados no debate “Planejamento Urbano e Gestão: desafios atuais e perspectivas futuras para Porto Alegre”, que ocorreu no dia 28 de março na sede do IAB RS, em Porto Alegre.

Leia Mais →

Arquiteta Enilda Ribeiro é homenageada em evento do IAB RS

Para comemorar os 76 anos do Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento Rio Grande do Sul (IAB RS), a entidade planejou uma série com três eventos especiais para debater a profissão, relembrar a história e preservar memórias. Na primeira atividade, a palestra “Acervos em arquitetura e urbanismo – homenagem a Enilda Ribeiro” promoveu o encontro entre o professor da FAUUSP e coordenador da biblioteca da FAUUSP, Eduardo Costa; o membro do conselho consultivo do Centro de Memória CAU/RS, José Daniel Simões; e a copresidente do IAB RS e responsável pelo projeto documental, Bruna Tavares. 

Leia Mais →

IAB RS participa do painel RS Seguro COMunidade no South Summit

A copresidente Clarice Oliveira falou sobre a importância dos Concursos Públicos de Projeto e dos processos participativos que o IAB RS vem implantando junto ao governo do Estado. Durante sua fala, destacou que “o IAB RS desenvolve concursos de projeto urbanístico integrai que tem como um pilar muito importante a participação da comunidade no processo inicial de elaboração do programa de necessidades, que vai constituir as bases do concurso público de projetos”.

Leia Mais →