Receba Newsletter

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

IAB RS participará de Audiência Pública na Assembleia para discutir rumos do Cais Mauá

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Está marcada para o dia 16 de março (quarta-feira), às 18h30, no auditório Dante Barone, da Assembleia Legislativa do RS, uma nova audiência pública para definir os rumos do Cais Mauá, em Porto Alegre. Desta vez, a discussão será em âmbito estadual, considerando que o negócio foi feito com o Governo do Estado, de quem a Assembleia Legislativa é fiscal.
O Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB RS) marcará presença em manifesto conjunto com o movimento Cais Mauá de Todos, para batalhar pela revogação do contrato entre o Estado e o consórcio Porto Cais Mauá do Brasil. “É preciso cancelar o contrato para retomar o debate sob o ponto de vista do interesse da população”, destaca o presidente do Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB-RS), Tiago Holzmann da Silva. 
“Vamos lutar por um parecer de auditores do Tribunal de Contas do Estado (TCE) que aponta diversas irregularidades no cumprimento de cláusulas contratuais, entre elas a falta de documentos que comprovem a capacidade de investimento do consórcio no valor de R$ 400 milhões, a mudança na composição acionária do grupo e a inexistência do projeto executivo da obra”, complementa o presidente do IAB RS.
A entidade dos arquitetos gaúchos entende que este é um momento chave do processo: reconquistar as mínimas condições de decidir o futuro do marco fundador de Porto Alegre. A expectativa é lotar o teatro Dante Barone da Assembleia Legislativa, que tem capacidade para quase 600 pessoas. Participe!
Saiba mais sobre o tema em Dossiê Cais Mauá

#caismauadetodos #ocupacaismauá #acidadequequeremos

IAB - RS

Por: Diretoria Instituto de Arquitetos do Brasil - IAB

Outras Notícias

Nota pública: Suspensão da urbanização da Fazenda do Arado

A fazenda do Arado é patrimônio ambiental, arqueológico, histórico, cultural, arquitetônico e paisagístico de Porto Alegre, constituindo-se de uma zona primordial para manutenção de espécies da fauna e da flora, sujeita a enchentes e alagamentos por encontrar-se abaixo da cota de inundação do Guaíba. A zona serve como espaço de extravasamento natural do Guaíba, importante de ser preservado. O IAB RS reitera a necessidade de atenção máxima por parte dos governantes, sociedade civil, entidades e instituições às questões ambientais e suas relações com a cidade.

Leia Mais →

Na mídia: IAB RS participa de reportagem da Folha de São Paulo sobre reconstrução do RS

A copresidente do IAB RS, Clarice Misoczky de Oliveira, concedeu entrevista para reportagem da Folha de São Paulo. O ponto central foi a reconstrução do RS. “A questão habitacional é mais dramática. Há municípios no Vale do Taquari, como Muçum e Roca Sales, que se desenvolveram em áreas de encostas. Cidades como Santa Tereza em que parte das casas estão em áreas de inundações. Precisamos construir com segurança”, disse.

Leia Mais →

MANIFESTO IAB RS PARA A RECONSTRUÇÃO DO RS

Considerando a enorme tragédia causada pelos efeitos da crise climática e pelo descaso do poder público com o planejamento urbano e regional sustentável na promoção de cidades justas, igualitárias e ecologicamente  equilibradas, a Comissão Cidades/IAB RS, por meio deste, manifesta a necessidade de atenção às questões referentes às diferentes escalas de planejamento, arquitetura e urbanismo para reconstrução das cidades do Rio Grande do Sul, aqui agrupadas em dois grandes grupos: (A) Planejamento Urbano e Regional e (B) Moradia Digna.

Leia Mais →

Outras Notícias

COMUNICADO DO IAB RS SOBRE O ESTADO DE CALAMIDADE CLIMÁTICA

O momento é grave e compreendemos que enquanto Instituto temos um trabalho de articulação de impacto a médio prazo, sendo provocadas e estruturadas redes que auxiliem nas questões habitacionais e de reestruturação das cidades, com projetos que considerem os riscos e impactos que os eventos climáticos tem gerado em nossas cidades, de modo mais frequente e de maior intensidade. Compreendendo a sensibilidade das questões ambientais, com a natureza impondo seus limites, frente às ocupações urbanas.

Leia Mais →