Receba Newsletter

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

IAB-RS apresenta Concursos Públicos para arquitetos na Tribuna Popular da Câmara de Vereadores de Porto Alegre

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
O Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento do Rio Grande do Sul (IAB-RS) participou de Tribuna Popular sobre Concursos Públicos na Câmara Municipal de Porto Alegre no dia 21 de outubro. O presidente, arq. Tiago Holzmann da Silva, apresentou os objetivos e o funcionamento de um Concurso público para projetos arquitetônico que, segundo ele, consiste em uma modalidade de licitação pública e preferencial para a seleção de projetos e serviços de natureza intelectual.
Em um Concurso, profissionais de áreas técnicas como arquitetura, urbanismo ou paisagismo submetem propostas a partir de um programa específico e de condições e regras estabelecidas previamente. O julgamento é sobre a qualidade do projeto e a remuneração é definida previamente, com base na Tabela de Honorários Profissionais.
Ainda, lembrou que a UNESCO, através da União Internacional de Arquitetos – UIA – recomenda que seus países membros adotem Concurso Público como forma de licitação de projetos para arquitetura e urbanismo. Também salientou que no Brasil, de acordo com a Lei de Licitações (8666/1993), o Concurso é a modalidade preferencial para a contratação de projetos, pois permite ao cliente escolher, entre diversas opções apresentadas simultaneamente e a partir do julgamento qualitativo, a solução projetual mais adequada para um contexto específico. Desta maneira, a modalidade é a maneira mais segura, sustentável e que prioriza a qualidade, ao invés da vantagem financeira.
Na apresentação, o presidente explicou brevemente o processo do Concurso Público. Os interessados se inscrevem a partir de um edital, com descrição clara do objeto. A análise dos projetos é realizada por uma comissão julgadora, composta a partir da indicação dos promotores e organizadores do concurso, para exame técnico dos trabalhos inscritos. A avaliação é sigilosa, pois a comissão não tem acesso ao nome dos autores da proposta, sendo assim, é avaliada a melhor proposta para um problema específico.
O presidente também usou como referência o documento “10 pontos por um projeto de cidade”, no qual o item 9 é dedicado ao tema concursos públicos de arquitetura e urbanismo, com o título “Concursos públicos de projetos para obras públicas”. O instituto defende que é necessário exigir a realização de concursos públicos de arquitetura e urbanismo abertos a todos os profissionais ou equipes qualificadas tecnicamente para estudar, avaliar e propor soluções para a cidade.
O documento também sugere eliminar a prática de contratação de projetos através de licitações de menor preço e as questionáveis e antiquadas contratações de “notório saber”. Ainda, salienta a importância de valorizar concursos públicos como um instrumento para a conquista de cidades mais sustentáveis, justas e belas.
Para finalizar, Tiago Holzmann da Silva lembrou que o tempo de duração do Concurso é igual ou inferior a uma licitação normal, ocorrendo de 4 a 6 meses. A modalidade valoriza a transparência do processo e consolida o caráter público democrático na escolha de um projeto que visa melhorar a cidade. Também, é uma maneira de promover novos talentos, a criatividade e a inovação.
Com relação à recente polêmica do projeto para a Orla, o presidente lembrou que entre 2007 e 2008 a Secretaria de Planejamento de Porto Alegre estava organizando, em conjunto com o IAB RS, a realização de um concurso público para a Orla do Guaíba, processo que foi abortado sem maiores esclarecimentos.
Fotos: Francielle Caetano/CMPA
IAB - RS

Por: Diretoria Instituto de Arquitetos do Brasil - IAB

Outras Notícias

Cerimônia marca o início da construção do Memorial às vítimas da Boate Kiss

O ato foi realizado na manhã do dia 10 de julho, na cidade de Santa Maria, 11 anos após a tragédia. Parentes, amigos, população, entidades e o poder público estiveram presentes no ato, que simbolizou a demolição do prédio que abrigava a boate. O memorial é fruto de um concurso público nacional realizado em 2018 pelo IAB RS e o seu núcleo de Santa Maria, a Prefeitura Municipal de Santa Maria e a Associação dos Familiares das Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria (AVTSM).

Leia Mais →

IAB RS retoma editais de cultura

Após uma pausa por conta das enchentes que assolaram o Rio Grande do Sul, o IAB RS está pronto para a retomada dos editais de cultura. Os contemplados no Edital Galeria Espaço IAB e no Edital de Ocupação Artístico-Cultural serão divulgados na próxima quarta-feira, 10 de julho.

Leia Mais →

Outras Notícias

Exposição “Portugal, 50 anos da Revolução dos Cravos” reabre no IAB RS

Em virtude dos efeitos da crise climática que se abateu sobre Porto Alegre e Rio Grande do Sul, a visitação da exposição “Portugal, 50 anos da Revolução dos Cravos”, inaugurada no dia 25 de abril no IAB RS, foi interrompida. A iniciativa foi reaberta no dia 3 de julho, e segue em cartaz até 31 de julho, com visitação disponível de segunda à sexta, das 10h às 12h, e das 14h30 às 17h30.

Leia Mais →

Nota de falecimento: Emil Bered

Faleceu hoje, 2 de julho, em Porto Alegre, o arquiteto e ex-presidente do IAB RS Emil Bered. As homenagens serão realizadas na capela 3 do Crematório Metropolitano, em Porto Alegre, a partir das 12h, e a cremação será às 17h.

Leia Mais →

IAB relembra manifesto contra A LGBTQIA+fobia

No encerramento do mês do orgulho LGBTQIA+, rememoramos o manifesto lançado há quatro anos pelo Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), elaborado pelos arquitetos Natan Arend, Igor Vetyemy e Luiz Sarmento. O IAB reitera seu firme compromisso com a defesa da diferença, da liberdade e dos direitos da comunidade LGBTQIA+. Em 28 de junho, celebra-se o Dia de Luta contra a LGBTQIA+fobia, data que evoca a Revolta de Stonewall em 1969, marco inicial na resistência contra décadas de opressão e criminalização policial da comunidade LGBTQIA+.

Leia Mais →