Receba Newsletter

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

IAB-RS preserva patrimônio histórico restaurando o Solar do Conde

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

O Solar do Conde de Porto Alegre, construído em 1855, na esquina das ruas Riachuelo e General Canabarro, tombado pelo patrimônio histórico e cultural, é definitivamente dos arquitetos gaúchos. Até o final do ano, o IAB-RS terá concluído o processo de restauração e terá ali a sua sede, que será aberta à comunidade como um centro cultural de Porto Alegre, espaço para manifestações de arte, arquitetura e urbanismo, com auditório, biblioteca, salas de estudo e oficinas de arte. A doação do prédio ao IAB é resultado de um trabalho iniciado em 1994, junto ao Governo do Estado e Assembléia Legislativa, quando o Instituto decidiu assumir a tarefa de restaurar o Solar, um dos três últimos que restam na área central da Capital.
A captação dos meios e recursos para viabilizar o projeto, orçado em R$ 2,5 milhões, tem sido o empenho do IAB que busca a utilização das leis de incentivo à cultura em nível federal e estadual. De parte do Governo Municipal, pela inexistência de fórmulas legais de doação, foi aprovada pela Câmara Municipal, em setembro de 99, e sancionada pelo Executivo, uma lei de exceção que permite a venda dos índices construtivos do Solar. Os recursos arrecadados por esse meio serão integralmente aplicados nas obras de restauração e tombamento do imóvel.
AS PREMISSAS BÁSICAS DO PROJETO
Em 3 de abril de 99 tiveram início as obras, a cargo da empresa Espaço Arquitetura e Restauro Ltda., tendo à frente o arquiteto Edegar Bittencourt da Luz, com os seguintes critérios que servirão de premissas básicas para a restauração:
– A permanência da atual volumetria e estética das fachadas do casarão.
– Resgate da tipologia espacial do Solar o máximo que for possível.
– Preservação do anexo posterior interligado ao casarão e do pátio interno.
– Preservação da volumetria e estética das fachadas.
– Resgate do espaço jardim.
– Resgate do acesso externo da rua Riachuelo.
CONCURSO PÚBLICO DE ARQUITETURA DO ANEXO DO SOLAR
Com o propósito de elaboração de um projeto arquitetônico, em nível de anteprojeto, para a área anexa ao Solar do Conde de Porto Alegre, o IAB-RS instituiu um concurso aberto à participação de todos os arquitetos associados, em situação regular junto ao Instituto e ao Conselho Regional de Engenharia ,Arquitetura e Agronomia.
As inscrições foram recebidas até 19 de abril de 2000, devendo os trabalhos serem entregues até 23 de junho. O julgamento ocorrerá no dia 26 do mesmo mês e a divulgação dos resultados e premiação dos vencedores quatro dias após.
A IMPORTÂNCIA DOS CONCURSOS PÚBLICOS DE ARQUITETURA O vice-presidente do IAB-RS, Iran Rosa, avalia como inquestionável a importância dos Concursos Públicos de Arquitetura. Segundo ele, arquitetos, urbanistas e planejadores devem procurar exaustivamente exercer sua atividade como elo entre a população, usuário passivo, e os investidores e entidades empreendedoras. E são os concursos públicos que podem e devem ser instrumentos para esse objetivo, ainda que muitos governantes insistam em conservadorismos que entravam o curso natural das novas evoluções tecnológicas e técnicas construtivas que, com sensatez e coerência devem definir a harmonia entre o ambiente e seus usuários.

IAB - RS

Por: Diretoria Instituto de Arquitetos do Brasil - IAB

Outras Notícias

Documentário “Vozes da arquitetura Porto Alegrense” encerra programação de aniversário do IAB RS

O último dia da programação especial que comemorou os 76 anos do IAB RS foi marcado pela exibição do documentário “Vozes da Arquitetura Porto Alegrense”. O filme, produzido pela entidade com apoio institucional do CAU/RS, reuniu depoimentos de 19 profissionais, que falaram sobre a profissão e suas percepções envolvendo aspectos como criatividade, coletividade e outros significados. Além da exibição, foram anunciados dois editais de cultura. 

Leia Mais →

NOTA PÚBLICA

As entidades Associação dos Técnicos de Nível Superior de Porto Alegre (Astec), Instituto de Arquitetos do Brasil – Depto Rio Grande do Sul (IAB RS), Instituto Brasileiro de Direito Urbanístico (IBDU), ONG Acesso Cidadania e Direitos Humanos e Sociedade de Economia do Rio Grande do Sul (SOCECON) entraram com ação ordinária a fim de denunciar irregularidades identificadas no edital e processo eleitoral do Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano e Ambiental – Biênio 2024/2025. 

Leia Mais →

Outras Notícias

Desafios do planejamento urbano e gestão em Porto Alegre foram temas de debate no IAB RS

A relação envolvendo o setor imobiliário e a administração pública na Capital, bem como os desdobramentos da revisão do Plano Diretor e as eleições para o Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano e Ambiental (CMDUA), foram alguns dos tópicos abordados no debate “Planejamento Urbano e Gestão: desafios atuais e perspectivas futuras para Porto Alegre”, que ocorreu no dia 28 de março na sede do IAB RS, em Porto Alegre.

Leia Mais →

Arquiteta Enilda Ribeiro é homenageada em evento do IAB RS

Para comemorar os 76 anos do Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento Rio Grande do Sul (IAB RS), a entidade planejou uma série com três eventos especiais para debater a profissão, relembrar a história e preservar memórias. Na primeira atividade, a palestra “Acervos em arquitetura e urbanismo – homenagem a Enilda Ribeiro” promoveu o encontro entre o professor da FAUUSP e coordenador da biblioteca da FAUUSP, Eduardo Costa; o membro do conselho consultivo do Centro de Memória CAU/RS, José Daniel Simões; e a copresidente do IAB RS e responsável pelo projeto documental, Bruna Tavares. 

Leia Mais →

IAB RS participa do painel RS Seguro COMunidade no South Summit

A copresidente Clarice Oliveira falou sobre a importância dos Concursos Públicos de Projeto e dos processos participativos que o IAB RS vem implantando junto ao governo do Estado. Durante sua fala, destacou que “o IAB RS desenvolve concursos de projeto urbanístico integrai que tem como um pilar muito importante a participação da comunidade no processo inicial de elaboração do programa de necessidades, que vai constituir as bases do concurso público de projetos”.

Leia Mais →