Receba Newsletter

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

Jorge Wilheim, o arquiteto que sonhava com bons futuros

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Jorge Wilheim acreditava na vida. “Sou otimista, vivo fantasiando futuros bons: sou das utopias, e não das distopias. Não estou preparado para ir-me para sempre! Acho essa ameaça de finalização da vida muito injusta. É muito cedo… Viver é bom demais!”, reconheceu, num de seus muitos depoimentos marcantes.

Nascido em Trieste, na Itália, em 1928, mudou-se com a família para o Brasil no início dos anos 40. Formou-se pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e, ainda nos anos 50, foi incumbido de projetar uma nova cidade em Mato Grosso.

Ao longo da carreira, desenvolveu planos urbanísticos para diversas cidades, entre as quais São Paulo, Curitiba, Natal e Campinas, além do plano primeiro plano da macrometrópole paulista. Idealizou a figura do Plano Diretor de cidades, sendo também um dos mais importantes defensores no Brasil do conceito de Planejamento Estratégico.

A influência de Wilheim em diversas capitais brasileiras pode ser medida pelo exemplo de Curitiba. O arquiteto foi um dos idealizadores do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba  (IPPUC), depois de vencer o concurso, em 1964, para elaborar o Plano Preliminar de Urbanismo da cidade. O órgão foi a mola propulsora de todas as transformação urbanas da capital paranaense nas décadas seguintes.

Entre seus inúmeros projetos, estão marcos da capital paulistana, como a reurbanização do Vale do Anhangabaú e do Pateo do Collegio, e obras marcantes, como o prédio do Jockey Clube São Paulo, o Serviço Social das Indústrias (Sesi) de Vila Leopoldina, a sede da Fapesp, o centro de diagnóstico do Hospital Albert Einstein, entre muitos outras.

Como homem público, teve um grande papel. Foi secretário de Economia e Planejamento do Estado de São Paulo (1975-1979) e duas vezes secretário de planejamento da capital paulistana, na gestões de Mario Covas e Marta Suplicy.

No IAB, ocupou diversas posições, com atuação expressiva em defesa dos arquitetos. Durante a carreira, ganhou prêmios como o IAB de Urbanismo, IAB de Ensaio, Ordem do Mérito de Brasília, Tarsila do Amaral e Governador do Estado.

Publicou, ao longo da carreira, em três idiomas, livros sobre os fenômenos da cidade. Entre suas publicações, destacam-se “Cidades: o substantivo e o adjetivo” (Coleção Debates, Editora Perspectiva), “O caminho de Istambul: memórias de uma conferência da ONU” (Editora Paz e Terra) e o último lançamento, “São Paulo – uma interpretação” (Editora Senac).

Wilheim morreu na manhã desta sexta-feira, aos 85 anos, no Hospital Israelita Albert Einstein. Deixa esposa, dois filhos e netos. Ele estava internado desde que sofreu um acidente de carro, ainda no ano passado. O IAB manifesta profundo pesar pela morte do arquiteto e se solidariza com a família e os amigos.

IAB - RS

Por: Diretoria Instituto de Arquitetos do Brasil - IAB

Outras Notícias

Cerimônia marca o início da construção do Memorial às vítimas da Boate Kiss

O ato foi realizado na manhã do dia 10 de julho, na cidade de Santa Maria, 11 anos após a tragédia. Parentes, amigos, população, entidades e o poder público estiveram presentes no ato, que simbolizou a demolição do prédio que abrigava a boate. O memorial é fruto de um concurso público nacional realizado em 2018 pelo IAB RS e o seu núcleo de Santa Maria, a Prefeitura Municipal de Santa Maria e a Associação dos Familiares das Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria (AVTSM).

Leia Mais →

IAB RS retoma editais de cultura

Após uma pausa por conta das enchentes que assolaram o Rio Grande do Sul, o IAB RS está pronto para a retomada dos editais de cultura. Os contemplados no Edital Galeria Espaço IAB e no Edital de Ocupação Artístico-Cultural serão divulgados na próxima quarta-feira, 10 de julho.

Leia Mais →

Outras Notícias

Exposição “Portugal, 50 anos da Revolução dos Cravos” reabre no IAB RS

Em virtude dos efeitos da crise climática que se abateu sobre Porto Alegre e Rio Grande do Sul, a visitação da exposição “Portugal, 50 anos da Revolução dos Cravos”, inaugurada no dia 25 de abril no IAB RS, foi interrompida. A iniciativa foi reaberta no dia 3 de julho, e segue em cartaz até 31 de julho, com visitação disponível de segunda à sexta, das 10h às 12h, e das 14h30 às 17h30.

Leia Mais →

Nota de falecimento: Emil Bered

Faleceu hoje, 2 de julho, em Porto Alegre, o arquiteto e ex-presidente do IAB RS Emil Bered. As homenagens serão realizadas na capela 3 do Crematório Metropolitano, em Porto Alegre, a partir das 12h, e a cremação será às 17h.

Leia Mais →

IAB relembra manifesto contra A LGBTQIA+fobia

No encerramento do mês do orgulho LGBTQIA+, rememoramos o manifesto lançado há quatro anos pelo Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), elaborado pelos arquitetos Natan Arend, Igor Vetyemy e Luiz Sarmento. O IAB reitera seu firme compromisso com a defesa da diferença, da liberdade e dos direitos da comunidade LGBTQIA+. Em 28 de junho, celebra-se o Dia de Luta contra a LGBTQIA+fobia, data que evoca a Revolta de Stonewall em 1969, marco inicial na resistência contra décadas de opressão e criminalização policial da comunidade LGBTQIA+.

Leia Mais →