Receba Newsletter

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

NOTA TÉCNICA SOBRE PLCL 020/11

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
O Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento Rio Grande do Sul, vem a público manifestar sua contrariedade ao PLCL 020/11, de autoria do Vereador Reginaldo Pujol, que tramita na Câmara Municipal de Porto Alegre, cujo conteúdo é a proposição de duas novas Áreas de Revitalização, na forma do Art. 83 do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano Ambiental (PDDUA).
O adensamento da cidade junto aos corredores de desenvolvimento, ou seja, junto às vias estruturadoras do sistema de transporte e tráfego urbano, é uma estratégia de ocupação urbana importante, visando ao melhor aproveitamento da infraestrutura urbana existente, contudo preocupa-nos o conteúdo deste PL, devido, sobretudo aos seguintes fatores:
1. Ausência de um estudo técnico mais aprofundado sobre a possibilidade da infraestrutura em geral, além da estrutura viária, para atendimento do adensamento proposto. Um estudo mais detalhado deveria também contemplar a identificação de exemplares arquitetônicos de importância histórica e cultural passíveis de proteção, seja através de inventário ou mesmo de tombamento.
2. A proposição de uma faixa de 120 metros para cada lado das vias estruturadoras, uma vez que a prática histórica do planejamento urbano em Porto Alegre, expressos tanto no PDDUA, quanto no 1º PDDU (1979) é a de existência de uma faixa de 60 metros, contemplando um aumento volumétrico apenas junto às vias com maior largura, e portanto maior capacidade de atendimento às condições mínimas de ventilação, iluminação e insolação.
3. Redução do número máximo de vagas de estacionamento: ao tratar de corredores de estruturação do transporte público, um novo regime deveria contemplar uma redução no máximo de número de vagas de estacionamento das edificações, promovendo um padrão edilício diferenciado, uma vez que a própria justificativa é promover uma melhor utilização dos serviços de transporte coletivo projetado e/ou implantado.
4. A aplicação dos recursos oriundos do Solo Criado deve ser regulada de forma a promover melhorias no entorno, ou mesmo seu uso para investimento em projetos de Habitação de Interesse Social junto às áreas, a fim de contemplar um projeto de cidade que combata a profunda segregação social no espaço urbano.
5. Quanto ao Inciso VII, propõe-se que a aplicação de regime previsto neste PLCL seja condicionada ao início da operação do Metrô, ou pelo menos à iminência de sua instalação de fato, evitando-se desta forma o adensamento prévio da área, o que acarretaria a saturação da infraestrutura viária existente atualmente.
6. Por fim, entendemos que um projeto desta importância, o qual propõe um significativo adensamento em áreas importantes da cidade carece de um amplo debate público e estudos técnicos mais aprofundados e uso de dados urbanos atualizados das zonas urbanas em questão.

Conselho Diretor IAB/RS
Gestão Cidade e Cultura – 2014/2016

IAB - RS

Por: Diretoria Instituto de Arquitetos do Brasil - IAB

Outras Notícias

Documentário “Vozes da arquitetura Porto Alegrense” encerra programação de aniversário do IAB RS

O último dia da programação especial que comemorou os 76 anos do IAB RS foi marcado pela exibição do documentário “Vozes da Arquitetura Porto Alegrense”. O filme, produzido pela entidade com apoio institucional do CAU/RS, reuniu depoimentos de 19 profissionais, que falaram sobre a profissão e suas percepções envolvendo aspectos como criatividade, coletividade e outros significados. Além da exibição, foram anunciados dois editais de cultura. 

Leia Mais →

NOTA PÚBLICA

As entidades Associação dos Técnicos de Nível Superior de Porto Alegre (Astec), Instituto de Arquitetos do Brasil – Depto Rio Grande do Sul (IAB RS), Instituto Brasileiro de Direito Urbanístico (IBDU), ONG Acesso Cidadania e Direitos Humanos e Sociedade de Economia do Rio Grande do Sul (SOCECON) entraram com ação ordinária a fim de denunciar irregularidades identificadas no edital e processo eleitoral do Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano e Ambiental – Biênio 2024/2025. 

Leia Mais →

Outras Notícias

Desafios do planejamento urbano e gestão em Porto Alegre foram temas de debate no IAB RS

A relação envolvendo o setor imobiliário e a administração pública na Capital, bem como os desdobramentos da revisão do Plano Diretor e as eleições para o Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano e Ambiental (CMDUA), foram alguns dos tópicos abordados no debate “Planejamento Urbano e Gestão: desafios atuais e perspectivas futuras para Porto Alegre”, que ocorreu no dia 28 de março na sede do IAB RS, em Porto Alegre.

Leia Mais →

Arquiteta Enilda Ribeiro é homenageada em evento do IAB RS

Para comemorar os 76 anos do Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento Rio Grande do Sul (IAB RS), a entidade planejou uma série com três eventos especiais para debater a profissão, relembrar a história e preservar memórias. Na primeira atividade, a palestra “Acervos em arquitetura e urbanismo – homenagem a Enilda Ribeiro” promoveu o encontro entre o professor da FAUUSP e coordenador da biblioteca da FAUUSP, Eduardo Costa; o membro do conselho consultivo do Centro de Memória CAU/RS, José Daniel Simões; e a copresidente do IAB RS e responsável pelo projeto documental, Bruna Tavares. 

Leia Mais →

IAB RS participa do painel RS Seguro COMunidade no South Summit

A copresidente Clarice Oliveira falou sobre a importância dos Concursos Públicos de Projeto e dos processos participativos que o IAB RS vem implantando junto ao governo do Estado. Durante sua fala, destacou que “o IAB RS desenvolve concursos de projeto urbanístico integrai que tem como um pilar muito importante a participação da comunidade no processo inicial de elaboração do programa de necessidades, que vai constituir as bases do concurso público de projetos”.

Leia Mais →