Receba Newsletter

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

Nova diretoria do IAB RS toma posse para a gestão 2023-2025

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Por Sabrina Ortácio

No último sábado (17/12) o Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento do Rio Grande do Sul (IAB RS) realizou a cerimônia de posse da nova diretoria da entidade para o triênio 2023-2025. Mais de 100 pessoas estiveram no Solar da entidade para prestigiar o evento que oficializou o mandato da chapa “IAB Cidade, Cultura e Sociedade” em formato de presidência coletiva, composta por membros da gestão anterior em conjunto com novos integrantes.

A representatividade de uma profissão majoritariamente feminina se reflete na composição de todas as instâncias do IAB RS.  A presidência será composta de forma coletiva pelas arquitetas Clarice Misoczky de Oliveira, Paula Silva Motta dos Santos, Nathalia Pereira Danezi e Bruna Bergamaschi Tavares. Dos 12 membros do conselho diretor, oito são mulheres arquitetas e urbanistas. Além da paridade na composição do Conselho Superior e uma maioria feminina no Conselho Estadual. No interior do Estado, cinco núcleos terão mulheres na presidência.

“A gestão será presidida não por uma mulher, mas por quatro mulheres, arquitetas e urbanistas. Sim, somos muitas, mas por termos a consciência de que a violência de gênero na política fará parte da nossa jornada, como infelizmente já faz. Temos a consciência, também, de que a exigência da sociedade machista e patriarcal em que vivemos será implacável. Por isso somos muitas, não porque somos pouco, mas porque precisamos ser muito mais”, destacou Clarice Misoczky de Oliveira.

Antes do anúncio da composição da nova gestão do IAB RS, o presidente Rafael Passos fez seu discurso de encerramento do triênio 2019/2022.  “Hoje me despeço da Presidência do IAB RS, depois de seis anos, mas me despeço também da Diretoria, depois de 11 anos. Seguirei, claro, como Vice-presidente Nacional, junto ao um renovado Conselho Superior”, informou. “Olhar pra trás e poder sentir a satisfação de ter realizado um bom trabalho, o qual só foi assim porque coletivo, é tão importante quanto olhar para frente e ter a tranquilidade de que sua condução futura está em tão boas mãos, corações e mentes.”, destacou Passos.

Três presidentas mulheres

Ao longo de seus 74 anos, o IAB RS teve três presidentas mulheres. Elas estiveram à frente da entidade numa época em que a representação feminina era exceção. Através dessa iniciativa, a direção da entidade homenageou durante a cerimônia as arquitetas Enilda Ribeiro (in memorian), presidente na gestão de 1980 a 1981; Maria Isabel Maroco Milanez (in memorian), presidente na gestão de 1984 a 1985; e Sônia Mascarello, presidente na gestão de 1992 a 1993.  A ocasião contou com a presença de Rodrigo e Mirian, netos de Enilda, e de Sônia Mascarello, que participaram do descerramento da placa.

“Fui muito feliz em dirigir o IAB naquela época e tenho a certeza de que fizemos todos os esforços possíveis para dar protagonismo ao IAB junto à sociedade gaúcha. Desejo muito sucesso a essa nova liderança feminina na entidade”, destacou Marcarello.

 

Contribuições e militâncias em destaque

O momento das homenagens começou com o agradecimento à jornalista Bruna Suptitz, colunista do Jornal do Comércio, por levar nos últimos anos a pauta urbana ao grande público. Outro nome lembrado na cerimônia foi do arquiteto Iran Rosa, que faleceu em 2020 vítima da pandemia. Iran desejava doar uma de suas obras para compor o acervo da entidade. Na cerimônia, a gravura foi recebida para fazer parte do Espaço Cultural da entidade, para qual ele tanto se dedicou em vida.

A contribuição de uma mulher que foi de extrema importância na trajetória do IAB RS também foi destacada na noite A arquiteta Salma Cafruni, que por diversas gestões atuou na entidade como diretora, ou como conselheira, foi aplaudida por sua militância em toda a vida profissional. “Ela guarda muito da memória viva do nosso IAB. Recentemente foi agraciada no Cosu do Rio de Janeiro com a Medalha Gastão da Bahiana, que leva o nome do primeiro Presidente do IAB, no distante ano de 1921”, destacou Rafael Passos.

A militância de Clóvis Ilgenfritz também foi lembrada no evento. Clóvis foi fundador do Sindicato de Arquitetos do Estado do Rio Grande do Sul e da Federação Nacional de Arquitetos e Urbanista e fundamental para a construção da política de Assistência Técnica para a Habitação Social. Antes de falecer o conselheiro do IAB por diversas gestões recebeu o Colar de Ouro da entidade no Congresso Brasileiro de Arquitetos, realizado em Porto Alegre.

“Hoje, esse colar que celebra a trajetória de Clóvis e as lutas do IAB, será presenteado a essa casa. E ficará exposto aqui na galeria do Solar, como inspiração para as futuras gerações”, discursou o arquiteto Rafael Passos, ao lado de Camilo e Tiago Holzmann da Silva.

O evento encerrou com uma grande confraternização e show da artista Raquel Leão, apresentando músicas brasileiras e autorais. Confira alguns registros:

IAB - RS

Por: Diretoria Instituto de Arquitetos do Brasil - IAB

Outras Notícias

Nota pública: Suspensão da urbanização da Fazenda do Arado

A fazenda do Arado é patrimônio ambiental, arqueológico, histórico, cultural, arquitetônico e paisagístico de Porto Alegre, constituindo-se de uma zona primordial para manutenção de espécies da fauna e da flora, sujeita a enchentes e alagamentos por encontrar-se abaixo da cota de inundação do Guaíba. A zona serve como espaço de extravasamento natural do Guaíba, importante de ser preservado. O IAB RS reitera a necessidade de atenção máxima por parte dos governantes, sociedade civil, entidades e instituições às questões ambientais e suas relações com a cidade.

Leia Mais →

Na mídia: IAB RS participa de reportagem da Folha de São Paulo sobre reconstrução do RS

A copresidente do IAB RS, Clarice Misoczky de Oliveira, concedeu entrevista para reportagem da Folha de São Paulo. O ponto central foi a reconstrução do RS. “A questão habitacional é mais dramática. Há municípios no Vale do Taquari, como Muçum e Roca Sales, que se desenvolveram em áreas de encostas. Cidades como Santa Tereza em que parte das casas estão em áreas de inundações. Precisamos construir com segurança”, disse.

Leia Mais →

MANIFESTO IAB RS PARA A RECONSTRUÇÃO DO RS

Considerando a enorme tragédia causada pelos efeitos da crise climática e pelo descaso do poder público com o planejamento urbano e regional sustentável na promoção de cidades justas, igualitárias e ecologicamente  equilibradas, a Comissão Cidades/IAB RS, por meio deste, manifesta a necessidade de atenção às questões referentes às diferentes escalas de planejamento, arquitetura e urbanismo para reconstrução das cidades do Rio Grande do Sul, aqui agrupadas em dois grandes grupos: (A) Planejamento Urbano e Regional e (B) Moradia Digna.

Leia Mais →

Outras Notícias

COMUNICADO DO IAB RS SOBRE O ESTADO DE CALAMIDADE CLIMÁTICA

O momento é grave e compreendemos que enquanto Instituto temos um trabalho de articulação de impacto a médio prazo, sendo provocadas e estruturadas redes que auxiliem nas questões habitacionais e de reestruturação das cidades, com projetos que considerem os riscos e impactos que os eventos climáticos tem gerado em nossas cidades, de modo mais frequente e de maior intensidade. Compreendendo a sensibilidade das questões ambientais, com a natureza impondo seus limites, frente às ocupações urbanas.

Leia Mais →