Receba Newsletter

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

O espaço dos espaços – Crônica de Francisco Riopardense de Macedo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Há poucos anos nos envolvíamos na crítica à qualidade de vida na cidade grande e ainda víamos, com clareza, a roda de chimarrão na beira da calçada e os vizinhos sentados nos bancos e cadeiras que a gurizada trazia. Saía um entravam dois. Mais três levantavam, outros sentavam. Chegavam e saíam. E assim continuavam, botando conversa fora, até que a madrugada enfrentava a noite e transferiam o mais que daquilo tudo pudesse interessar para a próxima.
Roda de chimarrão à beira da calçada.
Às vezes faltava um mas no dia seguinte iam dois – um nascimento – outras vezes faltavam dois e só voltava mais um, e assim amarravam o dia com a noite e a noite com o outro dia ficando ficando, no espaço tempo o tempo espaço para a
Roda de chimarrão à beira do passeio.
Até que gradearam as janelas, depois as portas, logo as portas e janelas e mais o jardim fronteiro com medo de assaltante. Grades altas como o muro do presídio que garantiam a prisão do livre. Fora abolida, definitivamente, a
Roda de chimarrão do fim da tarde.
Certa vez, há muito tempo, escrevi esta epígrafe: / um dia todos se reunirão fora de casa para a festa da vida / formas, cores e sons / para o banquete da existência. / Não haverá ódio / nem preconceitos / nem medo…/ Por enquanto vamos preparar os espaços.
Valerá o esforço? Haverá espaço urbano? Poderá o IAB, no seu novo jornal dedicar um espaço para os espaços? Francisco Riopardense de Macedo
14jul2000

IAB - RS

Por: Diretoria Instituto de Arquitetos do Brasil - IAB

Outras Notícias

Na mídia: IAB RS participa de reportagem da Folha de São Paulo sobre reconstrução do RS

A copresidente do IAB RS, Clarice Misoczky de Oliveira, concedeu entrevista para reportagem da Folha de São Paulo. O ponto central foi a reconstrução do RS. “A questão habitacional é mais dramática. Há municípios no Vale do Taquari, como Muçum e Roca Sales, que se desenvolveram em áreas de encostas. Cidades como Santa Tereza em que parte das casas estão em áreas de inundações. Precisamos construir com segurança”, disse.

Leia Mais →

MANIFESTO IAB RS PARA A RECONSTRUÇÃO DO RS

Considerando a enorme tragédia causada pelos efeitos da crise climática e pelo descaso do poder público com o planejamento urbano e regional sustentável na promoção de cidades justas, igualitárias e ecologicamente  equilibradas, a Comissão Cidades/IAB RS, por meio deste, manifesta a necessidade de atenção às questões referentes às diferentes escalas de planejamento, arquitetura e urbanismo para reconstrução das cidades do Rio Grande do Sul, aqui agrupadas em dois grandes grupos: (A) Planejamento Urbano e Regional e (B) Moradia Digna.

Leia Mais →

Outras Notícias

COMUNICADO DO IAB RS SOBRE O ESTADO DE CALAMIDADE CLIMÁTICA

O momento é grave e compreendemos que enquanto Instituto temos um trabalho de articulação de impacto a médio prazo, sendo provocadas e estruturadas redes que auxiliem nas questões habitacionais e de reestruturação das cidades, com projetos que considerem os riscos e impactos que os eventos climáticos tem gerado em nossas cidades, de modo mais frequente e de maior intensidade. Compreendendo a sensibilidade das questões ambientais, com a natureza impondo seus limites, frente às ocupações urbanas.

Leia Mais →

Nota pública em apoio às familias atingidas pelas enchentes no RS

O IAB-RS manifesta solidariedade às famílias atingidas pelas inundações e enchentes no Rio Grande do Sul. Os eventos de chuvas extremas estão se mostrando uma realidade com recorrência no nosso estado. O momento pede a soma de esforços de todos os setores da sociedade para ajudar aqueles que estão em situação de vulnerabilidade.

Leia Mais →