Receba Newsletter

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

O trapiche e o lago – Crônica de Francisco Riopardense de Macedo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Caminhos cruzados marcam o início da formação urbana. Avenida Sepúlveda e rua General Câmara – o acesso – e rua da Praia – oeste/leste – a linha de abastecimento e primeira ocupação. O primeiro destes caminhos se constitui de dois trechos: um do “trapiche” à rua da Praia e outro da Matriz à mesma rua da Praia, com essa desenhando uma ‘cruz’, onde se apóia o início do estudo da evolução urbana. A sucessão dos nomes atribuídos inicialmente ao primeiro espaço é boa indicação para intuir a primeira utilização dele. Ponto de inflexão entre o caminho terrestre e o rio, de múltiplo interesse para o abastecimento dos estancieiros que viviam perto da Capela Grande (Viamão), não devem ser considerados como nomes oficiais. Entre outros podem ser relacionados: porto de Ornelas (1732), porto de Sebastião Francisco Chaves (1732), Campos de Dentro de Viamão, Porto de São Francisco, Porto dos Casais e Porto Alegre. O certo é que, na terceira década do século XVIII, como se vê, o espaço já era usado como eixo da área funcional onde a circulação se firmaria e o comércio se estabelecia (1732), registrando o início de elementar ocupação. “Foi ali que se construía uma ‘capela’…coberta de palha tendo como orago São Francisco das Chagas, elevada a curato em 3 de dezembro de 1747… Assim se propunha aquela área a servir ao Tratado de Madri (1750) pelo qual a Espanha entregaria a Portugal a região de Rio Grande de São Pedro a ela pertencente desde o Tratado de Tordesilhas.” Ali desembarcaram os açorianos, em 1752, e quando foi criada a Freguezia de N.S. de Madre de Deus (1772), o entorno do ‘trapiche’ não era mais o Lago de Viamão. “…agora era um porto considerado alegre que dava nome ao lago e à cidade, hoje se chama um e outra coisa Porto Alegre.” Francisco Riopardense de Macedo Engenheiro, Urbanista, Professor Titular de Arquitetura Paisagista FARQ/UFRGS

IAB - RS

Por: Diretoria Instituto de Arquitetos do Brasil - IAB

Outras Notícias

Documentário “Vozes da arquitetura Porto Alegrense” encerra programação de aniversário do IAB RS

O último dia da programação especial que comemorou os 76 anos do IAB RS foi marcado pela exibição do documentário “Vozes da Arquitetura Porto Alegrense”. O filme, produzido pela entidade com apoio institucional do CAU/RS, reuniu depoimentos de 19 profissionais, que falaram sobre a profissão e suas percepções envolvendo aspectos como criatividade, coletividade e outros significados. Além da exibição, foram anunciados dois editais de cultura. 

Leia Mais →

NOTA PÚBLICA

As entidades Associação dos Técnicos de Nível Superior de Porto Alegre (Astec), Instituto de Arquitetos do Brasil – Depto Rio Grande do Sul (IAB RS), Instituto Brasileiro de Direito Urbanístico (IBDU), ONG Acesso Cidadania e Direitos Humanos e Sociedade de Economia do Rio Grande do Sul (SOCECON) entraram com ação ordinária a fim de denunciar irregularidades identificadas no edital e processo eleitoral do Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano e Ambiental – Biênio 2024/2025. 

Leia Mais →

Desafios do planejamento urbano e gestão em Porto Alegre foram temas de debate no IAB RS

A relação envolvendo o setor imobiliário e a administração pública na Capital, bem como os desdobramentos da revisão do Plano Diretor e as eleições para o Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano e Ambiental (CMDUA), foram alguns dos tópicos abordados no debate “Planejamento Urbano e Gestão: desafios atuais e perspectivas futuras para Porto Alegre”, que ocorreu no dia 28 de março na sede do IAB RS, em Porto Alegre.

Leia Mais →

Outras Notícias

Arquiteta Enilda Ribeiro é homenageada em evento do IAB RS

Para comemorar os 76 anos do Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento Rio Grande do Sul (IAB RS), a entidade planejou uma série com três eventos especiais para debater a profissão, relembrar a história e preservar memórias. Na primeira atividade, a palestra “Acervos em arquitetura e urbanismo – homenagem a Enilda Ribeiro” promoveu o encontro entre o professor da FAUUSP e coordenador da biblioteca da FAUUSP, Eduardo Costa; o membro do conselho consultivo do Centro de Memória CAU/RS, José Daniel Simões; e a copresidente do IAB RS e responsável pelo projeto documental, Bruna Tavares. 

Leia Mais →

IAB RS participa do painel RS Seguro COMunidade no South Summit

A copresidente Clarice Oliveira falou sobre a importância dos Concursos Públicos de Projeto e dos processos participativos que o IAB RS vem implantando junto ao governo do Estado. Durante sua fala, destacou que “o IAB RS desenvolve concursos de projeto urbanístico integrai que tem como um pilar muito importante a participação da comunidade no processo inicial de elaboração do programa de necessidades, que vai constituir as bases do concurso público de projetos”.

Leia Mais →

Arquiteta Enilda Ribeiro é destaque na coluna Almanaque, da Zero Hora

Enilda foi uma das primeiras mulheres a ser diplomada no curso específico em Arquitetura no Rio Grande do Sul. Além e ter lutado pela criação do curso superior de graduação na URFGS, foi presidente do IAB/RS entre 1980 e 1981. “Eu gostaria muito de ter conversado, em algum momento, com ela sobre os desafios que foram enfrentados, tanto no IAB-RS quanto em nível nacional, onde ela articulou a construção de ideias e diretrizes para a formação de um conselho próprio de arquitetura e urbanismo”, declarou a co-presidente do IAB/RS, Bruna Tavares.

Leia Mais →