Receba Newsletter

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

Planos Diretores Participativos em pauta na Trienal da Arquitetura e Urbanismo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Por Assessoria de Comunicação IAB RS

A necessidade de discutir o âmbito político do planejamento urbano das grandes cidades brasileiras foi a motivação do Seminário de Urbanismo Planos Diretores Participativos, que integra a programação da Trienal da Arquitetura e Urbanismo, evento promovido pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo do RS (CAU/RS), em Porto Alegre.

A atividade ocorreu na sexta-feira (18 /11) no Solar do IAB RS com a participação de profissionais da arquitetura e urbanismo com grande experiência na pauta como Nabil Bonduke, Professor FAU-USP; Rosé Gampans, coordenadora do CPU- CAU RJ; Pedro Araújo, coordenador da CPUA-CAU/RS e Ricardo Mascarello, coordenador da CPUA-CAU/BR, além de Fernando Domingues Caetano, analista de Desenvolvimento Municipal – SEDU/PR.

Na abertura do evento o presidente do IAB RS, Rafael Passos, destacou que é preciso coordenar os recursos financeiros e humanos através de um conceito de público, que está sendo apagado. “No nosso caso, o planejamento urbano é a ferramenta fundamental para gerar acordos comuns. Outro desafio é democratizar a democracia”, disse Passos. Ele também citou a nova revisão do Plano Diretor de Porto Alegre que contará com uma assessoria empresarial contratada pela PMPA, focada excessivamente do mercado imobiliário. “Nós precisamos falar de patrimônio e colocar a habitação em áreas centrais”, discursou o presidente do IAB RS.

Ednezer Flores, Conselheiro Federal do CAU/RS, na ocasião representando a presidente nacional do CAU, Nádia Somekh, falou da importância do Plano Diretor se tornar pauta para o governo de transição. “Estamos produzindo um ofício para o governo eleito. Queremos que nossas pautas cheguem até lá e se tornem planos de governo para melhorar o dia a dia das nossas cidades”, afirmou.

Nabil Bonduki apresenta Plano Diretor de São Paulo

O arquiteto e urbanista Nabil Bonduki, que teve papel fundamental na elaboração do Plano Diretor Estratégico de São Paulo em 2002 e 2014, apresentou parte de sua trajetória e afirmou que quando se trata de planejamento urbano é preciso equilibrar a dimensão social, ambiental, cultural, econômica e imobiliária. Ele explicou que entre os objetivos estratégicos do Plano Diretor estão a redução das desigualdades territoriais, a inclusão social, a valorização dos espaços públicos, as mudanças no modelo de mobilidade, a transição ecológica, etc. Outro ponto destacado por Bonduki, foi a função social de propriedade.

“Temos muitos desafios. Precisamos, por exemplo, reverter e estagnar o processo imobiliário que gera o esvaziamento populacional de áreas consolidadas e mais urbanizadas.”, complementou. A mobilidade também foi citada pelo arquiteto paulista como desafio. “Já vimos iniciativas que privilegiam o transporte coletivo, mas ainda é muito tímido. Entendo que o viário é uma das expressões da desigualdade” disse Bonduki, lembrando ainda das áreas ambientais e da descarbonização das cidades. O Plano Diretor não vai fazer as mudanças que nós queremos, ele dá norte e complementa outros processos políticos”, finalizou.

IAB - RS

Por: Diretoria Instituto de Arquitetos do Brasil - IAB

Outras Notícias

Na mídia: IAB RS participa de reportagem da Folha de São Paulo sobre reconstrução do RS

A copresidente do IAB RS, Clarice Misoczky de Oliveira, concedeu entrevista para reportagem da Folha de São Paulo. O ponto central foi a reconstrução do RS. “A questão habitacional é mais dramática. Há municípios no Vale do Taquari, como Muçum e Roca Sales, que se desenvolveram em áreas de encostas. Cidades como Santa Tereza em que parte das casas estão em áreas de inundações. Precisamos construir com segurança”, disse.

Leia Mais →

MANIFESTO IAB RS PARA A RECONSTRUÇÃO DO RS

Considerando a enorme tragédia causada pelos efeitos da crise climática e pelo descaso do poder público com o planejamento urbano e regional sustentável na promoção de cidades justas, igualitárias e ecologicamente  equilibradas, a Comissão Cidades/IAB RS, por meio deste, manifesta a necessidade de atenção às questões referentes às diferentes escalas de planejamento, arquitetura e urbanismo para reconstrução das cidades do Rio Grande do Sul, aqui agrupadas em dois grandes grupos: (A) Planejamento Urbano e Regional e (B) Moradia Digna.

Leia Mais →

Outras Notícias

COMUNICADO DO IAB RS SOBRE O ESTADO DE CALAMIDADE CLIMÁTICA

O momento é grave e compreendemos que enquanto Instituto temos um trabalho de articulação de impacto a médio prazo, sendo provocadas e estruturadas redes que auxiliem nas questões habitacionais e de reestruturação das cidades, com projetos que considerem os riscos e impactos que os eventos climáticos tem gerado em nossas cidades, de modo mais frequente e de maior intensidade. Compreendendo a sensibilidade das questões ambientais, com a natureza impondo seus limites, frente às ocupações urbanas.

Leia Mais →

Nota pública em apoio às familias atingidas pelas enchentes no RS

O IAB-RS manifesta solidariedade às famílias atingidas pelas inundações e enchentes no Rio Grande do Sul. Os eventos de chuvas extremas estão se mostrando uma realidade com recorrência no nosso estado. O momento pede a soma de esforços de todos os setores da sociedade para ajudar aqueles que estão em situação de vulnerabilidade.

Leia Mais →