Receba Newsletter

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

Planos Populares de Ação promovem assistência técnica de urbanismo em Porto Alegre

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Já estão em andamento os Planos Populares de Ação que irão promover a assistência técnica de urbanismo em regiões de Porto Alegre. A iniciativa do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB RS), tem patrocínio do Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU/RS) e apoio do Laboratório Cidade em Projeto (CPLAB-UFRGS), do Coletivo Ambiente Crítico (CAC), do Escritório Modelo Albano Volkmer (EMAV-UFRGS), e dos Fóruns das Regiões de Planejamento da Capital Gaúcha.

O projeto vai auxiliar, mediar e capacitar os conselheiros, delegados, entidades, movimentos sociais e comunidade em geral na elaboração de Planos Populares de Ações Regionais (PPARs).
 


“Queremos construir, de forma participativa e democrática, um plano popular que colabore para destacar as necessidades de cada região e sonhar a melhoria do espaço de moradia e de convivência”, explica a arquiteta Clarice Oliveira, vice-presidente do IAB RS e coordenadora do projeto.

Do segundo semestre de 2018 até agora, já foram realizadas quatro oficinas com a proposta de construir o perfil de cada região.
 


Em fevereiro, na Região de Planejamento (RP7) a atividade ocorreu no sábado (16/02) na sede da Associação Vila São Judas Tadeu, envolvendo representantes dos seguintes bairros: Agronomia, Cel. Aparício Borges, Lomba do Pinheiro, Partenon, Santo Antônio, São José e Vila João Pessoa. A oficina contou com a presença do engenheiro ambiental Iporã Possantti, que conversou sobre questões do meio ambiente nestas regiões. Os organizadores também apresentaram dados sobre habitação, saúde, educação e infraestrutura urbana.

 


Já a oficina da Região de Planejamento (RP1) foi realizada na sede do IAB RS na quinta-feira (21/02) contando com a presença de representantes dos bairros Marcílio Dias, Floresta, Centro, Auxiliadora, Moinhos de Vento, Independência, Bom Fim, Rio Branco, Mont’Serrat, Bela Vista, Farroupilha, Santana, Petrópolis, Santa Cecília, Jardim Botânico, Praia de Belas, Cidade Baixa, Menino Deus e Azenha. Os participantes receberam informações regionais sobre habitação, saúde, educação e infraestrutura urbana, e, logo após, colocaram em prática a construção do perfil da sua região.

 

IAB - RS

Por: Diretoria Instituto de Arquitetos do Brasil - IAB

Outras Notícias

Nota pública: Suspensão da urbanização da Fazenda do Arado

A fazenda do Arado é patrimônio ambiental, arqueológico, histórico, cultural, arquitetônico e paisagístico de Porto Alegre, constituindo-se de uma zona primordial para manutenção de espécies da fauna e da flora, sujeita a enchentes e alagamentos por encontrar-se abaixo da cota de inundação do Guaíba. A zona serve como espaço de extravasamento natural do Guaíba, importante de ser preservado. O IAB RS reitera a necessidade de atenção máxima por parte dos governantes, sociedade civil, entidades e instituições às questões ambientais e suas relações com a cidade.

Leia Mais →

Na mídia: IAB RS participa de reportagem da Folha de São Paulo sobre reconstrução do RS

A copresidente do IAB RS, Clarice Misoczky de Oliveira, concedeu entrevista para reportagem da Folha de São Paulo. O ponto central foi a reconstrução do RS. “A questão habitacional é mais dramática. Há municípios no Vale do Taquari, como Muçum e Roca Sales, que se desenvolveram em áreas de encostas. Cidades como Santa Tereza em que parte das casas estão em áreas de inundações. Precisamos construir com segurança”, disse.

Leia Mais →

MANIFESTO IAB RS PARA A RECONSTRUÇÃO DO RS

Considerando a enorme tragédia causada pelos efeitos da crise climática e pelo descaso do poder público com o planejamento urbano e regional sustentável na promoção de cidades justas, igualitárias e ecologicamente  equilibradas, a Comissão Cidades/IAB RS, por meio deste, manifesta a necessidade de atenção às questões referentes às diferentes escalas de planejamento, arquitetura e urbanismo para reconstrução das cidades do Rio Grande do Sul, aqui agrupadas em dois grandes grupos: (A) Planejamento Urbano e Regional e (B) Moradia Digna.

Leia Mais →

Outras Notícias

COMUNICADO DO IAB RS SOBRE O ESTADO DE CALAMIDADE CLIMÁTICA

O momento é grave e compreendemos que enquanto Instituto temos um trabalho de articulação de impacto a médio prazo, sendo provocadas e estruturadas redes que auxiliem nas questões habitacionais e de reestruturação das cidades, com projetos que considerem os riscos e impactos que os eventos climáticos tem gerado em nossas cidades, de modo mais frequente e de maior intensidade. Compreendendo a sensibilidade das questões ambientais, com a natureza impondo seus limites, frente às ocupações urbanas.

Leia Mais →