Receba Newsletter

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

Programa Habitare disponibiliza gratuitamente na internet livros sobre habitação

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

O Programa de Tecnologia de Habitação está completando a edição de sua primeira Coletânea Habitare, conjunto de quatro livros que estão disponíveis para download gratuito no site http://habitare.infohab.org.br/ (http://habitare.infohab.org.br/) . O objetivo do lançamento é difundir resultados do Programa, que desde 1994 promove o desenvolvimento de estudos e a busca de soluções para o problema habitacional brasileiro, contando para isso com o financiamento e a coordenação da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP/MCT) e com recursos da Caixa Econômica Federal e do CNPq. Os livro possuem textos publicados em forma de artigos, e abordam assuntos como inserção urbana e avaliação pós-ocupação, inovação e gestão de qualidade e produtividade, normalização e certificação, e utilização de resíduos na construção. Além da Coletânea, o Programa também vem publicando a Coleção Habitare, onde constam obras sobre temas como habitação e encostas e habitação e meio ambiente, igualmente disponíveis para download no Portal Habitare, seção de Publicações. O Volume 1 da Coletânea Habitare está direcionado à difusão de pesquisas envolvendo estudos de Inserção Urbana e de Avaliação Pós-Ocupação (APO). Em 11 artigos, pesquisadores de tecnologia do ambiente construído de diferentes instituições brasileiras relatam como estas ferramentas que geram conhecimento sobre o que acontece nos empreendimentos já executados e ocupados podem auxiliar na análise da satisfação do morador em relação à sua moradia, assim como avaliar suas necessidades. “Os estudos podem indicar caminhos a serem percorridos em novos empreendimentos e projetos, através de um contínuo processo de retroalimentação”, explicam os editores, Alex Kenya Abiko e Sheila Walbe Ornstein, ambos da Universidade de São Paulo (USP). A obra traz o relato de pesquisas sobre empreendimentos habitacionais realizados em diferentes municípios brasileiros: Belém, Belo Horizonte, Caxias do Sul, Curitiba, Diadema, Porto Alegre, Recife, Salvador e Florianópolis, entre outros. Segundo os autores, a ampla dimensão geográfica dos estudos de caso busca contemplar as diversas realidades de um país tão grande e diversificado como o Brasil. O Volume 2 reúne um conjunto de estudos nas linhas de Inovação e Transferência Tecnológica, Disseminação do Conhecimento e Gestão da Qualidade e Produtividade. Os trabalhos foram desenvolvidos por uma rede de pesquisadores distribuída regionalmente e articulada com o objetivo de desenvolver novos produtos, conceber alternativas tipológicas e aplicar tecnologias sustentáveis para habitação de interesse social, assim como organizar bancos de dados de referência para a informação em habitação. Os organizadores são o professor Carlos Torres Formoso, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, e a professora Akemi Ino, da USP.
O Volume 3 da Coletânea aborda o tema ´Normalização e Certificação na Construção Habitacional´. Os trabalhos são exemplos que mostram como o Programa de Tecnologia Para Habitação (Habitare) vem estimulando a comunidade brasileira de pesquisadores a contribuir para o processo de oncepção de normas técnicas aplicadas à produção da habitação de interesse social. Entre os projetos financiados no âmbito do Programa Habitare, dez têm seus resultados diretamente relacionados ao campo da normatização. O livro traz artigos sobre cada um destes trabalhos, que abrangem um amplo espectro de áreas de conhecimento – desde referências normativas para a avaliação de desempenho de novas tecnologias até a interface da normalização técnica com a de medicina e segurança do trabalho. Os organizadores são os professores Humberto Ramos Roman, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), e Luis Carlos Bonin, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).
A utilização de resíduos na construção é tema do Volume 4 da Coletânea Habitare. Sete artigos relatam trabalhos envolvendo resíduos como as cinzas pesadas, escória de aciaria, lodos de esgoto e detritos da construção e demolição. De acordo com os organizadores, professora Janaíde Cavalcante Rocha, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), e Vanderley M. John, do Departamento de Engenharia de Construção Civil da Escola Politécnica da USP, o livro traz exemplos de pesquisas que buscam o desenvolvimento de tecnologias ambientalmente eficientes e seguras para reciclagem de resíduos. O desenvolvimento de uma telha de cimento reforçado com fibras vegetais, de um tijolo contendo cinzas volantes da queima de carvão mineral e de painéis a partir de fibras de celulose obtidas pela reciclagem de papel são alguns dos exemplos.

IAB - RS

Por: Diretoria Instituto de Arquitetos do Brasil - IAB

Outras Notícias

Documentário “Vozes da arquitetura Porto Alegrense” encerra programação de aniversário do IAB RS

O último dia da programação especial que comemorou os 76 anos do IAB RS foi marcado pela exibição do documentário “Vozes da Arquitetura Porto Alegrense”. O filme, produzido pela entidade com apoio institucional do CAU/RS, reuniu depoimentos de 19 profissionais, que falaram sobre a profissão e suas percepções envolvendo aspectos como criatividade, coletividade e outros significados. Além da exibição, foram anunciados dois editais de cultura. 

Leia Mais →

NOTA PÚBLICA

As entidades Associação dos Técnicos de Nível Superior de Porto Alegre (Astec), Instituto de Arquitetos do Brasil – Depto Rio Grande do Sul (IAB RS), Instituto Brasileiro de Direito Urbanístico (IBDU), ONG Acesso Cidadania e Direitos Humanos e Sociedade de Economia do Rio Grande do Sul (SOCECON) entraram com ação ordinária a fim de denunciar irregularidades identificadas no edital e processo eleitoral do Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano e Ambiental – Biênio 2024/2025. 

Leia Mais →

Desafios do planejamento urbano e gestão em Porto Alegre foram temas de debate no IAB RS

A relação envolvendo o setor imobiliário e a administração pública na Capital, bem como os desdobramentos da revisão do Plano Diretor e as eleições para o Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano e Ambiental (CMDUA), foram alguns dos tópicos abordados no debate “Planejamento Urbano e Gestão: desafios atuais e perspectivas futuras para Porto Alegre”, que ocorreu no dia 28 de março na sede do IAB RS, em Porto Alegre.

Leia Mais →

Outras Notícias

Arquiteta Enilda Ribeiro é homenageada em evento do IAB RS

Para comemorar os 76 anos do Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento Rio Grande do Sul (IAB RS), a entidade planejou uma série com três eventos especiais para debater a profissão, relembrar a história e preservar memórias. Na primeira atividade, a palestra “Acervos em arquitetura e urbanismo – homenagem a Enilda Ribeiro” promoveu o encontro entre o professor da FAUUSP e coordenador da biblioteca da FAUUSP, Eduardo Costa; o membro do conselho consultivo do Centro de Memória CAU/RS, José Daniel Simões; e a copresidente do IAB RS e responsável pelo projeto documental, Bruna Tavares. 

Leia Mais →

IAB RS participa do painel RS Seguro COMunidade no South Summit

A copresidente Clarice Oliveira falou sobre a importância dos Concursos Públicos de Projeto e dos processos participativos que o IAB RS vem implantando junto ao governo do Estado. Durante sua fala, destacou que “o IAB RS desenvolve concursos de projeto urbanístico integrai que tem como um pilar muito importante a participação da comunidade no processo inicial de elaboração do programa de necessidades, que vai constituir as bases do concurso público de projetos”.

Leia Mais →

Arquiteta Enilda Ribeiro é destaque na coluna Almanaque, da Zero Hora

Enilda foi uma das primeiras mulheres a ser diplomada no curso específico em Arquitetura no Rio Grande do Sul. Além e ter lutado pela criação do curso superior de graduação na URFGS, foi presidente do IAB/RS entre 1980 e 1981. “Eu gostaria muito de ter conversado, em algum momento, com ela sobre os desafios que foram enfrentados, tanto no IAB-RS quanto em nível nacional, onde ela articulou a construção de ideias e diretrizes para a formação de um conselho próprio de arquitetura e urbanismo”, declarou a co-presidente do IAB/RS, Bruna Tavares.

Leia Mais →