Receba Newsletter

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

SIM AO CAU: Audiência Pública em Brasília

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Dezenas de arquitetos e urbanistas, estudantes de arquitetura e urbanismo, membros das Câmaras Especializadas de Arquitetura dos CREA de todo o Brasil estiveram presentes à Audiência Pública promovida pela Comissão de Trabalho e Administração da Câmara de Deputados do Congresso Nacional, para esclarecer acerca do Projeto de Lei do Executivo 4413/2008, que cria o Conselho de Arquitetura e Urbanismo – CAU.
Emocionados, os arquitetos que acorreram à Capital Federal em nome de seus colegas e entidades representativas, aplaudiram as manifestações favoráveis ao CAU e leram em voz alta e em uníssono a carta enviada ao Congresso Nacional Por Oscar Niemeyer, em que o venerando arquiteto apela em favor da criação do CAU.

Todos os Deputados Federais que são arquitetos comprometeram-se com a causa da aprovação do CAU, por meio de uma manifestação lida na audiência pública. Firmaram o documento o Dep. Luís Carlos Busato (PTB-RS), Dep. Fernando Chucre (PT-SP), Dep. Zezéu Ribeiro (PT-BA) e a Deputada Janete Rocha Pietá (PT-SP). Os demais deputados federais presentes externaram seu apoio ao Projeto de Lei, destacando-se as manifestações do Deputado Paulo Rocha (PT-PA) e Pedro Wilson (PT-GO), sociólogo que deu aulas no curso de arquitetura na Universidade de Goiás.

Demonstrando que o Sistema CONFEA não tem posição unânime contrária ao CAU, estavam presentes os coordenadores de quase todas as Câmaras Especializadas em Arquitetura dos CREA, (CEARQ) que em sua ampla maioria se firmaram manifesto em favor do projeto.

Realizada a partir de pedido do Deputado Vicentinho (PT-SP), a audiência deu voz a diversos pontos de vista, contrapondo as vozes das entidades nacionais que representam os arquitetos – além do IAB, ASBEA, FNA, ABEA e ABAP – às opiniões de pessoas contrárias à criação do CAU, lideradas pelo Presidente do CONFEA, que foi secundado por representante da Federação Paulista de Associações de Engenheiros e Arquitetos, e um arquiteto contrário ao CAU que teve oportunidade de expor suas razões, apesar de admitir que não estava representando nenhuma entidade.

Mesmo o Presidente do CONFEA, Engenheiro Marcos Túlio de Melo, admitiu que o Conselho Federal não tem objetivo de representar os profissionais que registra, portanto não iria falar em seu nome, mas externou a preocupação de dirigentes da entidade que temem a perda do poder que o sistema CONFEA pode vir a sofrer.

Na exposição, ficou claro que as representações nacionais dos arquitetos têm o CAU como um projeto maduro e amplamente discutido. O Presidente Nacional do IAB, João Suplicy, expôs largamente os motivos para criação do CAU, lembrando que a pesquisa do CONFEA realizada em 2008 demonstrou que mais de 76% dos arquitetos consideram o CAU a melhor solução para os problemas da e foi acompanhado pelo Presidente da FNA, Ângelo Arruda, e o Arq. José Eduardo Tibiriçá, que representava a ASBEA.
Presidentes de diversos Departamentos do IAB, entre os quais o Pres. do IAB-RS, Arq. Carlos Alberto Sant’Ana, representantes de sindicatos de arquitetos de diversos Estados, escolas de arquitetura e outras entidades representativas.

O Deputado Luis Carlos Busato, que é o relator da matéria na Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público da Câmara Federal não pôde comparecer ao evento por estar enfermo. Seu relatório, propondo aprovação do projeto, deverá incorporar diversas contribuições obtidas a partir da consulta a profissionais e entidades que realizou.

O CAU terá a incumbência de registrar e regulamentar o exercício da profissão de Arquiteto e Urbanista, tarefa que até o presente é exercida pelo sistema CREA/CONFEA, que reúne diversas profissões que totalizam mais de 300 títulos profissionais e quase um milhão de profissionais registrados no país inteiro.

O PLE 4413/08 foi apresentado ao Congresso Nacional pelo Presidente Lula, baseado no projeto que o Congresso Nacional anteriormente já aprovara, mas que era inconstitucional por criar uma autarquia, iniciativa que deve ser iniciativa do Poder Executivo. O Presidente, por crer que é necessária a criação do CAU, encaminhou o Projeto para nova apreciação no Congresso.

IAB - RS

Por: Diretoria Instituto de Arquitetos do Brasil - IAB

Outras Notícias

Portugal, 50 anos da Revolução dos Cravos

No dia 25 de abril Portugal relembra os 50 anos da Revolução Portuguesa. Nesta data, em 1974, ocorreu o evento conhecido como Revolução dos Cravos, marcando o fim da ditadura salazarista. Para relembrar a data, o Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento Rio Grande do Sul (IAB RS) e a ADUFRGS Sindical, com apoio do Consulado Português, inauguram a exposição “Portugal, 50 anos da Revolução dos Cravos”, a partir de uma coleção de cartazes da época colecionados pela arquiteta e pesquisadora Daniela Fialho. A abertura ocorrerá no dia 25 de abril, às 18h45, no Solar do IAB (Rua General Canabarro 363, Centro Histórico, em Porto Alegre). A entrada é franca.

Leia Mais →

Documentário “Vozes da arquitetura Porto Alegrense” encerra programação de aniversário do IAB RS

O último dia da programação especial que comemorou os 76 anos do IAB RS foi marcado pela exibição do documentário “Vozes da Arquitetura Porto Alegrense”. O filme, produzido pela entidade com apoio institucional do CAU/RS, reuniu depoimentos de 19 profissionais, que falaram sobre a profissão e suas percepções envolvendo aspectos como criatividade, coletividade e outros significados. Além da exibição, foram anunciados dois editais de cultura. 

Leia Mais →

Outras Notícias

NOTA PÚBLICA

As entidades Associação dos Técnicos de Nível Superior de Porto Alegre (Astec), Instituto de Arquitetos do Brasil – Depto Rio Grande do Sul (IAB RS), Instituto Brasileiro de Direito Urbanístico (IBDU), ONG Acesso Cidadania e Direitos Humanos e Sociedade de Economia do Rio Grande do Sul (SOCECON) entraram com ação ordinária a fim de denunciar irregularidades identificadas no edital e processo eleitoral do Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano e Ambiental – Biênio 2024/2025. 

Leia Mais →

Desafios do planejamento urbano e gestão em Porto Alegre foram temas de debate no IAB RS

A relação envolvendo o setor imobiliário e a administração pública na Capital, bem como os desdobramentos da revisão do Plano Diretor e as eleições para o Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano e Ambiental (CMDUA), foram alguns dos tópicos abordados no debate “Planejamento Urbano e Gestão: desafios atuais e perspectivas futuras para Porto Alegre”, que ocorreu no dia 28 de março na sede do IAB RS, em Porto Alegre.

Leia Mais →

Arquiteta Enilda Ribeiro é homenageada em evento do IAB RS

Para comemorar os 76 anos do Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento Rio Grande do Sul (IAB RS), a entidade planejou uma série com três eventos especiais para debater a profissão, relembrar a história e preservar memórias. Na primeira atividade, a palestra “Acervos em arquitetura e urbanismo – homenagem a Enilda Ribeiro” promoveu o encontro entre o professor da FAUUSP e coordenador da biblioteca da FAUUSP, Eduardo Costa; o membro do conselho consultivo do Centro de Memória CAU/RS, José Daniel Simões; e a copresidente do IAB RS e responsável pelo projeto documental, Bruna Tavares. 

Leia Mais →

IAB RS participa do painel RS Seguro COMunidade no South Summit

A copresidente Clarice Oliveira falou sobre a importância dos Concursos Públicos de Projeto e dos processos participativos que o IAB RS vem implantando junto ao governo do Estado. Durante sua fala, destacou que “o IAB RS desenvolve concursos de projeto urbanístico integrai que tem como um pilar muito importante a participação da comunidade no processo inicial de elaboração do programa de necessidades, que vai constituir as bases do concurso público de projetos”.

Leia Mais →