Receba Newsletter

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

UFPEL emite nota em defesa do patrimônio público estadual

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Conscientes das graves consequências da aprovação do pacote de medidas denominado “Novo Estado, Novo Futuro” enviado pelo Governo Sartori, na perspectiva da extinção de grande parte da estrutura administrativa do estado, a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de Pelotas (FAURB/UFPEL), e o Programa de Pós Graduação em Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de Pelotas (PROGRAU/UFPEL), apoiam integralmente a nota pública emitida pelo Instituto de Arquitetos do Rio Grande do Sul (IAB/RS) – “Não Estado, Não Futuro”.
Nós, estudantes, técnicos e professores de uma Universidade Pública não podemos deixar que este rico patrimônio cultural, cientifico, social e pessoal seja extinto por uma administração que não se elegeu com essa proposição.
Dessa forma conclamamos os Deputados Estaduais do Rio Grande do Sul a defender o nosso patrimônio público, votando contra esse pacote, que impõe um estado mínimo e exclui dos
quadros do Estado importantes profissionais e elimina drasticamente o acervo de conhecimentos que estas instituições vem construindo há décadas e que são patrimônio de todos os cidadãos do Rio Grande do Sul.

Pelotas, 24 de novembro de 2016
Universidade Federal de Pelotas – UFPEL
Faculdade de Arquitetura e Urbanismo – FAUrb
Programa de Pós Graduação em Arquitetura e Urbanismo – PROGRAU
Centro Estudantes de Arquitetura e Urbanismo – CEAU
IAB - RS

Por: Diretoria Instituto de Arquitetos do Brasil - IAB

Outras Notícias

Nota pública: Suspensão da urbanização da Fazenda do Arado

A fazenda do Arado é patrimônio ambiental, arqueológico, histórico, cultural, arquitetônico e paisagístico de Porto Alegre, constituindo-se de uma zona primordial para manutenção de espécies da fauna e da flora, sujeita a enchentes e alagamentos por encontrar-se abaixo da cota de inundação do Guaíba. A zona serve como espaço de extravasamento natural do Guaíba, importante de ser preservado. O IAB RS reitera a necessidade de atenção máxima por parte dos governantes, sociedade civil, entidades e instituições às questões ambientais e suas relações com a cidade.

Leia Mais →

Na mídia: IAB RS participa de reportagem da Folha de São Paulo sobre reconstrução do RS

A copresidente do IAB RS, Clarice Misoczky de Oliveira, concedeu entrevista para reportagem da Folha de São Paulo. O ponto central foi a reconstrução do RS. “A questão habitacional é mais dramática. Há municípios no Vale do Taquari, como Muçum e Roca Sales, que se desenvolveram em áreas de encostas. Cidades como Santa Tereza em que parte das casas estão em áreas de inundações. Precisamos construir com segurança”, disse.

Leia Mais →

MANIFESTO IAB RS PARA A RECONSTRUÇÃO DO RS

Considerando a enorme tragédia causada pelos efeitos da crise climática e pelo descaso do poder público com o planejamento urbano e regional sustentável na promoção de cidades justas, igualitárias e ecologicamente  equilibradas, a Comissão Cidades/IAB RS, por meio deste, manifesta a necessidade de atenção às questões referentes às diferentes escalas de planejamento, arquitetura e urbanismo para reconstrução das cidades do Rio Grande do Sul, aqui agrupadas em dois grandes grupos: (A) Planejamento Urbano e Regional e (B) Moradia Digna.

Leia Mais →

Outras Notícias

COMUNICADO DO IAB RS SOBRE O ESTADO DE CALAMIDADE CLIMÁTICA

O momento é grave e compreendemos que enquanto Instituto temos um trabalho de articulação de impacto a médio prazo, sendo provocadas e estruturadas redes que auxiliem nas questões habitacionais e de reestruturação das cidades, com projetos que considerem os riscos e impactos que os eventos climáticos tem gerado em nossas cidades, de modo mais frequente e de maior intensidade. Compreendendo a sensibilidade das questões ambientais, com a natureza impondo seus limites, frente às ocupações urbanas.

Leia Mais →