Receba Newsletter

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

Acadêmicos da Universidade Feevale ganham prêmio nacional de arquitetura

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Os acadêmicos Karen Kussler e Guilherme Osterkamp, do curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Feevale, ganharam o 1º lugar no Concurso Nacional para Estudantes de Arquitetura e Urbanismo – Soluções para Cidades. O resultado foi divulgado no site do Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento de São Paulo, que organiza o concurso, juntamente com a Associação Brasileira de Cimento Portland – ABCP. Como prêmio, os estudantes receberam R$ 5 mil. O trabalho vencedor, orientado pelo professor Juliano de Caldas Vasconcellos, consiste da reabilitação da área conhecida como “praça da pista de skate”, localizada na Avenida Nicolau Becker, em Novo Hamburgo. Embora atraia praticantes do esporte, o local afasta usuários comuns, por estar degradado e carente de equipamentos urbanos que favoreçam a presença de pessoas ao longo do dia. Com base nesses problemas, foi criada a proposta “Drops”, objetos de concreto armado na forma de gota que, associado a mais peças, soluciona todos os itens propostos. Os mobiliários consistem da junção dessas “gotas”, criando infinitas possibilidades de combinação, além de facilidade de fabricação e aplicação. Para o professor, o resultado elaborado pelos alunos foi brilhante: “O trabalho vencedor levou o nome da Instituição para o centro das atenções, solucionando de maneira muito competente e criativa várias situações que os espaços públicos no nosso país são carentes. E tudo isso com apenas uma peça feita em concreto armado, que pode ser arranjada e formando outras tantas”, relata o orientador. O concurso premia três projetos elaborados por estudantes matriculados em cursos de graduação em Arquitetura e Urbanismo. Os acadêmicos tiveram o desafio de elaborar cinco elementos de mobiliário urbano em produtos à base de cimento, e seus produtos derivados, como concreto: bancos; postes de iluminação; lixeiras; bicicletário; e um elemento de livre escolha. Entre os principais méritos do trabalho dos acadêmicos da Feevale, que foi avaliado pelo corpo de jurados, composto por arquitetos renomados nacionalmente, estão: a variedade de usos da proposta, a originalidade e a criatividade das soluções. Segundo os acadêmicos, a maior preocupação na criação do projeto, que levou em torno de um mês, foi a necessidade de criar uma peça versátil, com mais de um item de mobiliário, além de fácil industrialização e beleza estética. Além disso, foi pensado em um mobiliário que também se prestasse como obstáculo para skatistas, o foco da praça em questão. Para Karen, a sensação com a premiação é de dever cumprido: “Vendo os colegas, professores, familiares e amigos nos parabenizando pela premiação, e muitos se sentindo premiados também, é uma sensação ótima”, afirma a estudante. De acordo com os acadêmicos, entre os planos está o de continuar pesquisando e aprimorando o projeto, construir um protótipo e, talvez, aplicar a ideia em praças, além de continuar participando de concursos. Fonte: Assessoria de Imprensa Feevale

Por: Diretoria Instituto de Arquitetos do Brasil - IAB

Outras Notícias

Outras Notícias