Receba Newsletter

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

Arquiteta formada pela UFPEL conquista Prêmio José Albano Volkmer

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Este ano foi a vez das mulheres se destacarem como favoritas no Prêmio José Albano Volkmer. A cerimônia foi realizada pelo Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB RS) na noite da última quarta-feira (15/12) com transmissão ao vivo pelo Youtube. Cerca de 100 pessoas conectadas esperavam pelo anúncio pelos vencedores da noite.

A grande vencedora veio da Universidade Federal de Pelotas (UFPEL). A arquiteta e urbanista Luísa Mantelli Anklam, conquistou o júri com o projeto “Utopias: Habitar o contemporâneo” que teve orientação da professora Ana Paula Neto de Faria.

Na análise da comissão julgadora o projeto vencedor propõe leituras possíveis de universos futuros face às transformações da sociedade das primeiras décadas do século XXI. Com muita sensibilidade e profundidade, ainda coloca na ordem do dia uma pausa reflexiva sobre os caminhos futuros da arquitetura e do urbanismo e, principalmente, da sociedade, além de fazer uma pergunta urgente e necessária: para onde estamos indo?

O júri foi composto pelas arquitetas Fernanda Manfro Lima, vencedora deste prêmio em 2018; Audrey Carolini Lima, do escritório Arq/Tab – Arquitetura e Design, de São Paulo, e integrante da diretoria do IAB SP, e por Luciano de Topin Ribeiro, mestre em arquitetura e urbanismo com atuação nos temas de modernismo, utopia, urbanismo, máquina e utopia mecanista.

O primeiro destaque anunciado foi o projeto da arquiteta Gisele Klein, formada pela ULBRA Canoas. Ela desenvolveu o “Novo Ciclo Centro de Reciclagem: Projeto piloto de transformação social e ambiental”. orientado pela professora Andrea Feldmann.

O segundo destaque veio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) com o projeto da arquiteta Bárbara Ellen Guimarães Armange, que apresentou as “Práticas Rurais Emergentes – Casa-Escola Werni Kunz”, orientado pelas professoras Ana Elísia da Costa e Daniele Caron.

A ULBRA Canoas também se destacou no terceiro destaque, com o projeto “Centro da Juventude” da arquiteta Ester de Holleben, que teve orientação do professor Rodrigo Allgayer.

Já o quarto destaque da noite foi para a arquiteta Janaína Piazza, também da Universidade Federal de Pelotas (UFPEL), que criou o projeto “Regeneração Ferroviária: Uma proposta de reativação da linha férrea no Estado do Rio Grande do Sul”, orientado pela professora Carla Portal Vasconcelos.

SAIBA MAIS SOBRE O PRÊMIO:

O Prêmio IAB RS – José Albano Volkmer – foi criado na gestão do presidente DANILO LANDÓ, em 1999, com o objetivo de destacar e premiar os melhores trabalhos de conclusão dos formandos das Faculdades de Arquitetura e Urbanismo do Rio Grande do Sul.

O nome desta premiação é uma homenagem ao ex-presidente do IAB RS, José Albano Volkmer (1942/2007), notável professor e grande incentivador dos jovens arquitetos através de suas aulas, viagens, pesquisas e atividades profissionais e associativas.

O Prêmio IAB RS valoriza e divulga a qualidade da produção acadêmica das Faculdades de Arquitetura e Urbanismo do Rio Grande do Sul, promovendo o ensino e reforçando sua relevância como instrumento de qualificação das cidades e do habitat através do reconhecimento dos jovens talentos locais.

IAB - RS

Por: Diretoria Instituto de Arquitetos do Brasil - IAB

Outras Notícias

Nota pública: Suspensão da urbanização da Fazenda do Arado

A fazenda do Arado é patrimônio ambiental, arqueológico, histórico, cultural, arquitetônico e paisagístico de Porto Alegre, constituindo-se de uma zona primordial para manutenção de espécies da fauna e da flora, sujeita a enchentes e alagamentos por encontrar-se abaixo da cota de inundação do Guaíba. A zona serve como espaço de extravasamento natural do Guaíba, importante de ser preservado. O IAB RS reitera a necessidade de atenção máxima por parte dos governantes, sociedade civil, entidades e instituições às questões ambientais e suas relações com a cidade.

Leia Mais →

Na mídia: IAB RS participa de reportagem da Folha de São Paulo sobre reconstrução do RS

A copresidente do IAB RS, Clarice Misoczky de Oliveira, concedeu entrevista para reportagem da Folha de São Paulo. O ponto central foi a reconstrução do RS. “A questão habitacional é mais dramática. Há municípios no Vale do Taquari, como Muçum e Roca Sales, que se desenvolveram em áreas de encostas. Cidades como Santa Tereza em que parte das casas estão em áreas de inundações. Precisamos construir com segurança”, disse.

Leia Mais →

MANIFESTO IAB RS PARA A RECONSTRUÇÃO DO RS

Considerando a enorme tragédia causada pelos efeitos da crise climática e pelo descaso do poder público com o planejamento urbano e regional sustentável na promoção de cidades justas, igualitárias e ecologicamente  equilibradas, a Comissão Cidades/IAB RS, por meio deste, manifesta a necessidade de atenção às questões referentes às diferentes escalas de planejamento, arquitetura e urbanismo para reconstrução das cidades do Rio Grande do Sul, aqui agrupadas em dois grandes grupos: (A) Planejamento Urbano e Regional e (B) Moradia Digna.

Leia Mais →

Outras Notícias

COMUNICADO DO IAB RS SOBRE O ESTADO DE CALAMIDADE CLIMÁTICA

O momento é grave e compreendemos que enquanto Instituto temos um trabalho de articulação de impacto a médio prazo, sendo provocadas e estruturadas redes que auxiliem nas questões habitacionais e de reestruturação das cidades, com projetos que considerem os riscos e impactos que os eventos climáticos tem gerado em nossas cidades, de modo mais frequente e de maior intensidade. Compreendendo a sensibilidade das questões ambientais, com a natureza impondo seus limites, frente às ocupações urbanas.

Leia Mais →