Receba Newsletter

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

DATACAD: O LEVANTAMENTO COMO DIFERENCIAL

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Entre os cursos ministrados no IAB-RS, um dos mais procurados é o DATACAD, que preenche uma lacuna nos currículos universitários, geralmente com disciplinas de computação gráfica, mas sem incluir no currículo a prática do levantamento cadastral. Voltado para a área da arquitetura e profissionais ligados à área, como projetistas e desenhistas, sua demanda tem ultrapassado fronteiras, com interessados em outros Estados brasileiros. O ministrante é o arquiteto e urbanista George Augusto Moraes de Moraes, que é funcionário da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), tendo atuado na restauração de alguns prédios da instituição; atualmente cursando mestrado em Teoria, História e Crítica da Arquitetura pelo PROPAR/UFRGS e também integrante da Comissão de Patrimônio Cultural do IAB/RS. Durante três meses, ele oferece noções teóricas e práticas de computação e levantamento cadastral, em dois encontros semanais. A partir disto, os alunos têm um mês para apresentar o trabalho final: uma maquete eletrônica, com a visão que cada um tem da restauração de um prédio. O levantamento é feito em cima do ‘as built’ (conforme construído), mostrando a situação exata da construção e as possíveis patologias, o que servirá de base para um futuro restauro, no caso das edificações antigas. Conceitos de prédio histórico, tombado e legislação são outros conteúdos apresentados no curso de 90 h/aula. No caso dos prédios históricos, sua importância reside no fato de serem representativos de uma época, como a Travessa dos Venezianos ou servirem de residência para alguma personalidade, como o Solar Conde de Porto Alegre e a Casa Torelly. George Augusto Moraes de Moraes cita como exemplo prático o Plano de Arrendamento Residencial (PAR), promovido pela Caixa Econômica Federal, onde foram feitos o levantamento e distribuição de peças, de forma que preservasse a estrutura, após solucionadas as patologias. No dia 16 de agosto último, ele levou seus alunos à Fundação Ulisses Guimarães, para efetuarem o levantamento cadastral da entidade partidária. No prédio erguido no princípio do século XX e que funciona na rua Riachuelo nº 421, foram constatadas rachaduras, fungos, umidade e rebaixamento do piso, em decorrência de infiltração. “Sai mais caro restaurar do que conservar, restauração é UTI”, afirma com convicção, o arquiteto.
Roberto Pujol atua na Arquitetura desde 1989 e é uma das oito pessoas que cursaram o DATACAD no IAB-RS, neste ano. Os subsídios oferecidos são considerados por ele “ferramentas que objetivam o dia-a-dia no escritório”. Funcionário da Secretaria de Obras Públicas e Saneamento do Estado, sua rotina inclui prédios que não são tombados, mas que têm valor histórico, como é o caso do projeto do cais do porto, onde trabalhou nos Armazéns A6 e A7. “Esta atividade exige um certo jogo de cintura, o profissional tem que conhecer os materiais e ver como as coisas acontecem”, afirma.
Às vésperas da aposentadoria, na Caixa Econômica Federal (CEF), Eliete Marlise T. Kintschner é formada em arquitetura há três anos e em breve pretende investir na carreira própria. “O curso me deu a perspectiva de abrir novos caminhos”, declara.
Vera Pinto
Imprensa IAB-RS

IAB - RS

Por: Diretoria Instituto de Arquitetos do Brasil - IAB

Outras Notícias

COMUNICADO DO IAB RS SOBRE O ESTADO DE CALAMIDADE CLIMÁTICA

O momento é grave e compreendemos que enquanto Instituto temos um trabalho de articulação de impacto a médio prazo, sendo provocadas e estruturadas redes que auxiliem nas questões habitacionais e de reestruturação das cidades, com projetos que considerem os riscos e impactos que os eventos climáticos tem gerado em nossas cidades, de modo mais frequente e de maior intensidade. Compreendendo a sensibilidade das questões ambientais, com a natureza impondo seus limites, frente às ocupações urbanas.

Leia Mais →

Nota pública em apoio às familias atingidas pelas enchentes no RS

O IAB-RS manifesta solidariedade às famílias atingidas pelas inundações e enchentes no Rio Grande do Sul. Os eventos de chuvas extremas estão se mostrando uma realidade com recorrência no nosso estado. O momento pede a soma de esforços de todos os setores da sociedade para ajudar aqueles que estão em situação de vulnerabilidade.

Leia Mais →

Outras Notícias

IAB RS participa da 178ª reunião do COSU

O correu em Aracaju, nos dias 22 e 24 de abril, o 1º Seminário Nacional de Arquitetura e Urbanismo do estado de Sergipe (ArqUrb.SE). Na sequência, entre os dias 25 e 27 de abril, foi realizada a 178ª Reunião do Conselho Superior do IAB (COSU), com abrangência nacional. Os dois eventos foram promovidos pelo Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento Sergipe (IAB-SE) com apoio do IAB Nacional. O IAB RS esteve presente na reunião.

Leia Mais →

Primeira fase da requalificação da Avenida 25 de Julho em Flores da Cunha iniciará em maio

Flores da Cunha de cara nova: a partir do mês de maio, a principal via da cidade – que conecta o município de norte a sul – será requalificada. A iniciativa da administração municipal iniciou ainda em 2021, com o lançamento do Concurso Público Nacional “Avenida 25 de Julho”, realizado em parceria com o IAB RS, e apoio do CAU/RS e da ABAP, e resultou em um novo projeto estético e funcional para a Avenida 25 de Julho. Em função das chuvas, a prefeitura informou que a cerimônia de início da obra, com o lançamento da Pedra Fundamental, foi adiada, e nova data será divulgada em breve.

Leia Mais →

50 anos do retorno da democracia em Portugal e colônias africanas é celebrado com exposição no IAB RS

Em 25 de abril de 1974 Portugal retomava o regime democrático, após um longo período de ditadura iniciada em 1933. A chamada Revolução dos Cravos é relembrada, 50 anos depois, por meio de uma exposição organizada pelo Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento Rio Grande do Sul (IAB RS) e a ADUFRGS Sindical, com apoio do Consulado Português, e curadoria de Airton Cattani e Daniela Fialho, que colecionou 47 cartazes de manifestações distribuídos nas ruas no período da revolução. A exposição segue aberta no Solar do IAB (Rua General Canabarro 363, Centro Histórico, em Porto Alegre), com visitação gratuita de segunda a sexta-feira, das 10h às 12h, e das 14h30 às 17h, até o dia 24 de maio.

Leia Mais →

Na mídia: Diretora adjunta de comunicação do IAB RS, Karolina Silva participou de bate-papo sobre mobilidade e mudanças climáticas, na TVE

O tema mobilidade urbana e mudanças climáticas, cada vez mais urgente em todas as esferas de debate, foi tema do programa Rodar, da TVE RS, apresentado por Pati Salvadori, na noite do dia 25 de abril. O bate-papo contou com a presença da diretora de comunicação adjunta do IAB RS, karolina Silva, e da ciclista e ativista Carol Strüssmann.

Leia Mais →