Receba Newsletter

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

Mapas Mundiais de Resistência e Cartografias Críticas na pauta do IAB RS

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
O IAB RS recebeu na noite desta quarta-feira (13/03) o lançamento do livro e exposição “Isso não é um Atlas”, do kollektiv Orangotango, movimento internacional representado pelo geógrafo alemão Paul Schweizer, que tem como foco o trabalho de base político-cultural e formas cotidianas de resistência na América Latina. A atividade na capital gaúcha foi articulada com o apoio do Núcleo de Estudos de Geografia e Ambiente (NEGA), Coletivo Ambiente Crítico e o curso de Geografia da UFRGS do Campus Litoral Norte.
 

“Queremos propor uma discussão apresentando mapas que são feitos como crítica a cartografia tradicional”, explicou Paul Schweizer. O projeto contínuo dos editores Kollektiv Orangotango destaca a compilação de mapas de resistência, cartografias críticas e coletivas de todo o mundo. No evento, os participantes puderam conferir a exposição de mapas evidenciando lutas políticas, ciência crítica, arte e pedagogia popular, e ainda participaram de uma oficina contribuindo com suas experiências de lutas e atuações para criação do mapeamento “Porto Alegre Insurgente”.
 


 
Para Sinthia Batista, professora do curso de Geografia da UFRGS, no litoral norte do Estado “o mapa é ensinado para nós como um produto acabado, e que precisa ser atualizado constantemente como espaço verdadeiro de como o mundo se apresenta para nós”. Par ela, ele é uma representação das nossas práticas espaciais e, portanto, também materializa nossas práticas sociais que são produzidas pelas relações de produção no mundo.  “O espaço não é algo pronto, mas produzido por diferentes sujeitos sociais, num tempo histórico e lugares determinados”, reforçou Sinthia. Segundo a professora, quando colocamos a justiça espacial em cheque, estamos reclamando que este espaço não pode ser representado por uma única classe social, por exemplo. “A nossa visão do mundo é determinada pela representação que chega até nós. O próprio globo é um lugar em movimento, quem dera fosse assim a produção das fronteiras”, destacou a professora de geografia da UFRGS.
 

Para Igor Vecchia, representante do Coletivo Ambiente Crítico, os mapas carregam um tensionamento de buscar uma representação mais autêntica de sujeitos excluídos por uma cartografia tradicional. “Os indígenas, por exemplo, têm uma representação cartográfica muito mais perto da realidade”, observou Vecchia. Para ele, na questão urbana, especificamente, a cartografia é muito importante para identificar lugares de remoções, as intensidades, avanços de fronteiras especulativas, pressão de mata nativa, entre outras situações encontradas nas cidades. “Fazer esse movimento de cartografar a partir de grupos, usando essa lógica, é mais uma ferramenta de resistência e fortalecimento de redes”, destacou Igor Vecchia.

O Livro “Isso não é um Atlas” foi lançado na Europa em outubro de 2018 e pode ser conferido em partes no site www.notatlas.org que traz diversas publicações de mapas críticos e militantes, dando visibilidade para essas realidades que não são retratadas. “Queremos desenvolver mais métodos e ter um material mais prático das cidades e do campo”, finalizou o alemão Paul Schweizer.

IAB - RS

Por: Diretoria Instituto de Arquitetos do Brasil - IAB

Outras Notícias

COMUNICADO DO IAB RS SOBRE O ESTADO DE CALAMIDADE CLIMÁTICA

O momento é grave e compreendemos que enquanto Instituto temos um trabalho de articulação de impacto a médio prazo, sendo provocadas e estruturadas redes que auxiliem nas questões habitacionais e de reestruturação das cidades, com projetos que considerem os riscos e impactos que os eventos climáticos tem gerado em nossas cidades, de modo mais frequente e de maior intensidade. Compreendendo a sensibilidade das questões ambientais, com a natureza impondo seus limites, frente às ocupações urbanas.

Leia Mais →

Nota pública em apoio às familias atingidas pelas enchentes no RS

O IAB-RS manifesta solidariedade às famílias atingidas pelas inundações e enchentes no Rio Grande do Sul. Os eventos de chuvas extremas estão se mostrando uma realidade com recorrência no nosso estado. O momento pede a soma de esforços de todos os setores da sociedade para ajudar aqueles que estão em situação de vulnerabilidade.

Leia Mais →

Outras Notícias

IAB RS participa da 178ª reunião do COSU

O correu em Aracaju, nos dias 22 e 24 de abril, o 1º Seminário Nacional de Arquitetura e Urbanismo do estado de Sergipe (ArqUrb.SE). Na sequência, entre os dias 25 e 27 de abril, foi realizada a 178ª Reunião do Conselho Superior do IAB (COSU), com abrangência nacional. Os dois eventos foram promovidos pelo Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento Sergipe (IAB-SE) com apoio do IAB Nacional. O IAB RS esteve presente na reunião.

Leia Mais →

Primeira fase da requalificação da Avenida 25 de Julho em Flores da Cunha iniciará em maio

Flores da Cunha de cara nova: a partir do mês de maio, a principal via da cidade – que conecta o município de norte a sul – será requalificada. A iniciativa da administração municipal iniciou ainda em 2021, com o lançamento do Concurso Público Nacional “Avenida 25 de Julho”, realizado em parceria com o IAB RS, e apoio do CAU/RS e da ABAP, e resultou em um novo projeto estético e funcional para a Avenida 25 de Julho. Em função das chuvas, a prefeitura informou que a cerimônia de início da obra, com o lançamento da Pedra Fundamental, foi adiada, e nova data será divulgada em breve.

Leia Mais →

50 anos do retorno da democracia em Portugal e colônias africanas é celebrado com exposição no IAB RS

Em 25 de abril de 1974 Portugal retomava o regime democrático, após um longo período de ditadura iniciada em 1933. A chamada Revolução dos Cravos é relembrada, 50 anos depois, por meio de uma exposição organizada pelo Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento Rio Grande do Sul (IAB RS) e a ADUFRGS Sindical, com apoio do Consulado Português, e curadoria de Airton Cattani e Daniela Fialho, que colecionou 47 cartazes de manifestações distribuídos nas ruas no período da revolução. A exposição segue aberta no Solar do IAB (Rua General Canabarro 363, Centro Histórico, em Porto Alegre), com visitação gratuita de segunda a sexta-feira, das 10h às 12h, e das 14h30 às 17h, até o dia 24 de maio.

Leia Mais →

Na mídia: Diretora adjunta de comunicação do IAB RS, Karolina Silva participou de bate-papo sobre mobilidade e mudanças climáticas, na TVE

O tema mobilidade urbana e mudanças climáticas, cada vez mais urgente em todas as esferas de debate, foi tema do programa Rodar, da TVE RS, apresentado por Pati Salvadori, na noite do dia 25 de abril. O bate-papo contou com a presença da diretora de comunicação adjunta do IAB RS, karolina Silva, e da ciclista e ativista Carol Strüssmann.

Leia Mais →