Receba Newsletter

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

Solar Conde de Porto Alegre recebe projeto Tela da Cidade

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

A Tela da Cidade é um projeto da Coordenação de Cinema, Vídeo e Fotografia e da Coordenação da Memória Cultural, que une cinema com o patrimônio histórico de Porto Alegre.

Os filmes são projetados ao ar-livre, tendo como tela os prédios históricos da cidade.

Na quinta-feira, 26 de agosto, às 20h30min, a sede do Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB-RS), o Solar Conde de Porto Alegre (Rua Gen. Canabarro, 363, Centro), será o local para a projeção de quatro filmes de curta-metragem.

O projeto busca chamar a atenção do público, tanto para a produção de curtas-metragens nacionais quanto para a preservação da memória local.

O IAB-RS, como parceiro desta iniciativa abre as portas de seu casarão, para a projeção de uma seleção de filmes que de alguma forma remetem à cidade de Brasília. Uma maneira de participar da comemorações pelos 50 anos da cidade que é importante marco para a arquitetura brasileira.

Programação:

Oficina Perdiz (2006, 20 minutos, direção de Marcelo Diaz)
Perdiz instalou sua oficina mecânica em uma área pública na cidade de Brasília em 1969. Há alguns anos abriu o local para as artes cênicas, dividindo o espaço entre peças mecânicas e teatrais. Porém, para a prefeitura, continua irregular.

Brasília: Contradições de uma cidade nova (1967, 23 minutos, direção de Joaquim Pedro de Andrade)
Imagens de Brasília em seu sexto ano, entrevistas com diferentes habitantes e uma pergunta no ar. Criada em nome do desenvolvimento e da democratização, Brasília reproduziria as desiguladades existentes em outras regiões do país?

A lente e a janela (2005, 12 minutos, direção de Marcius Barbieri)
Uma menina ganha uma câmera de vídeo no Natal e se transforma através da lente e da janela.

Bem vigiado (2007, 14 minutos, direção de Santiago Dellape)
Nas ruas da Capital Federal, Bira vigia carros, Josiane vende balinhas no sinal. Entre a frieza do concreto e a crueldade das ruas, uma redentora chama de carinho.

Por: Diretoria Instituto de Arquitetos do Brasil - IAB

Outras Notícias

Outras Notícias