Receba Newsletter

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

Dataloggers são instalados no IAB RS para monitorar temperatura e umidade relativa do ar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
No dia 29 de setembro de 2021, a equipe do Centro de Memória do IAB-RS instalou dataloggers para iniciar o monitoramento das condições ambientais de guarda dos acervos da Biblioteca e do Arquivo Histórico da instituição.

A aquisição dos dataloggers foi realizada com recursos da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc (Lei nº 14.017/2020), por meio do Edital Sedac nº 10 – Aquisição de Bens e Serviços. A partir da sua instalação, a equipe deve manter registro e avaliação periódicos dos dados, a fim de embasar a tomada de decisões acerca da conservação dos acervos.
 



visualização dos dados coletados

Dataloggers são dispositivos eletrônicos com sensores que registram dados em tempo real do ambiente em que estão instalados.

Em espaços de guarda de acervos, os dataloggers geralmente cumprem a função de registrar a temperatura e a umidade relativa do ar, que podem ser fatores de risco à sua conservação caso estejam em condições inadequadas. A partir do monitoramento ambiental, que é a base da Conservação Preventiva, é possível tomar medidas para otimizar a climatização e prevenir danos aos acervos.

Eles se diferenciam dos termo-higrômetros, mais comuns em museus, bibliotecas e arquivos, por dispensarem a presença física de uma pessoa para registrar os dados regularmente. Nos dataloggers, os dados são guardados na memória e devem ser periodicamente transferidos para um programa de computador, que possibilita sua análise em gráficos.

A Conservação Preventiva é a área da conservação que se dedica a evitar ou minimizar danos e processos de degradação de bens culturais, por meio de intervenções no meio ambiente em vez de agir diretamente nos objetos. Em geral, representa uma abordagem de melhor custo-benefício para as instituições, por reduzir a necessidade de investimentos em processos de restauração, que costumam ser mais onerosos.

No Centro de Memória do IAB-RS, a Conservação Preventiva é uma prioridade para a gestão dos acervos, cuja materialidade, essencialmente em suporte de papel, é extremamente suscetível às condições incorretas e variações de temperatura e umidade relativa.

IAB - RS

Por: Diretoria Instituto de Arquitetos do Brasil - IAB

Outras Notícias

IAB RS retoma editais de cultura

Após uma pausa por conta das enchentes que assolaram o Rio Grande do Sul, o IAB RS está pronto para a retomada dos editais de cultura. Os contemplados no Edital Galeria Espaço IAB e no Edital de Ocupação Artístico-Cultural serão divulgados na próxima quarta-feira, 10 de julho.

Leia Mais →

Exposição “Portugal, 50 anos da Revolução dos Cravos” reabre no IAB RS

Em virtude dos efeitos da crise climática que se abateu sobre Porto Alegre e Rio Grande do Sul, a visitação da exposição “Portugal, 50 anos da Revolução dos Cravos”, inaugurada no dia 25 de abril no IAB RS, foi interrompida. A iniciativa foi reaberta no dia 3 de julho, e segue em cartaz até 31 de julho, com visitação disponível de segunda à sexta, das 10h às 12h, e das 14h30 às 17h30.

Leia Mais →

Nota de falecimento: Emil Bered

Faleceu hoje, 2 de julho, em Porto Alegre, o arquiteto e ex-presidente do IAB RS Emil Bered. As homenagens serão realizadas na capela 3 do Crematório Metropolitano, em Porto Alegre, a partir das 12h, e a cremação será às 17h.

Leia Mais →

IAB relembra manifesto contra A LGBTQIA+fobia

No encerramento do mês do orgulho LGBTQIA+, rememoramos o manifesto lançado há quatro anos pelo Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), elaborado pelos arquitetos Natan Arend, Igor Vetyemy e Luiz Sarmento. O IAB reitera seu firme compromisso com a defesa da diferença, da liberdade e dos direitos da comunidade LGBTQIA+. Em 28 de junho, celebra-se o Dia de Luta contra a LGBTQIA+fobia, data que evoca a Revolta de Stonewall em 1969, marco inicial na resistência contra décadas de opressão e criminalização policial da comunidade LGBTQIA+.

Leia Mais →

Outras Notícias

Nota pública: Suspensão da urbanização da Fazenda do Arado

A fazenda do Arado é patrimônio ambiental, arqueológico, histórico, cultural, arquitetônico e paisagístico de Porto Alegre, constituindo-se de uma zona primordial para manutenção de espécies da fauna e da flora, sujeita a enchentes e alagamentos por encontrar-se abaixo da cota de inundação do Guaíba. A zona serve como espaço de extravasamento natural do Guaíba, importante de ser preservado. O IAB RS reitera a necessidade de atenção máxima por parte dos governantes, sociedade civil, entidades e instituições às questões ambientais e suas relações com a cidade.

Leia Mais →