Receba Newsletter

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

Demétrio Ribeiro recebe o prêmio Colar de Ouro do IAB-DN

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

No dia 26 de janeiro o arquiteto e professor Demétrio Ribeiro recebeu, no Rio de Janeiro, o Colar de Ouro do Instituto de Arquitetos do Brasil. Esta láurea visa homenagear os profissionais da área que se destacam por sua atuação em prol do desenvolvimento da Arquitetura no país. A escolha foi unânime por parte da Comissão formada pelos ex-presidentes da entidade. De que forma este gaúcho de Alegrete, calmo e discreto, de quem se conhece poucos projetos arquitetônicos, adquiriu esta projeção nacional? Demétrio Ribeiro optou pela Arquitetura quando ainda não existia escolas no Rio Grande do Sul. Estudou no Uruguai, onde o curso foi criado no fim do século XIX e tinha uma tradição de ensino muito marcada pela cultura francesa, ensino acadêmico, que dava importância tanto à estética e ao desenho, quanto aos aspectos técnicos da construção, preparando os estudantes para o trabalho que os esperava fora. Voltando ao Brasil, e tendo que revalidar o diploma submetendo-se a exame rigoroso, veio para Porto Alegre onde havia seis arquitetos, dos quais somente dois formados no Brasil. Naquela época havia uma expectativa e um surto de valorização da arquitetura, chamada brasileira, de Niemeyer, que teve seu inicio no fim da década de 30. Em 1945 o diretor do Instituto de Belas Artes tomou a iniciativa de fundar um Curso de Arquitetura e Demétrio Ribeiro começou a lecionar. Em seguida a escola de Engenharia criaria outro e da fusão destes é que surgiu a Faculdade de Arquitetura, da qual foi um dos fundadores. Foi neste momento que começou a consciência, aqui, da existência de uma arquitetura nacional e o novo curso procurou se identificar com o da Escola Nacional de Engenharia de fazer da arquitetura uma de suas especializações. Houve debates muito singulares dos quais Demétrio participou ativamente. Também participou da criação do Departamento do Rio Grande do Sul do Instituto de Arquitetos, em 1948, e a arquitetura começou a ter presença no Sul. Desde então tem sido constante em todas as atividades ligadas ao desenvolvimento da profissão e suas idéias passaram a ser respeitadas em todo o país. Profissionalmente sempre teve mais atração pelo urbanismo, que julga uma atividade política e comunitária, apesar de ter participado de vários concursos de projetos, como o do Colégio Júlio de Castilhos. Acredita que o espaço urbano, corretamente, seria o espaço de todos, onde todos se encontram. Sempre preocupa suas idéias socialistas, que sempre defendeu corajosamente…. E é devido a tudo isto que se faz jus à homenagem, não somente por seus projetos, mas principalmente por ser um pensador, por sua filosofia de defesa dos aspectos humanos da profissão e por sua participação em todos os movimentos que granjearam respeito para a atividade dos arquitetos.

IAB - RS

Por: Diretoria Instituto de Arquitetos do Brasil - IAB

Outras Notícias

COMUNICADO DO IAB RS SOBRE O ESTADO DE CALAMIDADE CLIMÁTICA

O momento é grave e compreendemos que enquanto Instituto temos um trabalho de articulação de impacto a médio prazo, sendo provocadas e estruturadas redes que auxiliem nas questões habitacionais e de reestruturação das cidades, com projetos que considerem os riscos e impactos que os eventos climáticos tem gerado em nossas cidades, de modo mais frequente e de maior intensidade. Compreendendo a sensibilidade das questões ambientais, com a natureza impondo seus limites, frente às ocupações urbanas.

Leia Mais →

Outras Notícias

Nota pública em apoio às familias atingidas pelas enchentes no RS

O IAB-RS manifesta solidariedade às famílias atingidas pelas inundações e enchentes no Rio Grande do Sul. Os eventos de chuvas extremas estão se mostrando uma realidade com recorrência no nosso estado. O momento pede a soma de esforços de todos os setores da sociedade para ajudar aqueles que estão em situação de vulnerabilidade.

Leia Mais →

IAB RS participa da 178ª reunião do COSU

O correu em Aracaju, nos dias 22 e 24 de abril, o 1º Seminário Nacional de Arquitetura e Urbanismo do estado de Sergipe (ArqUrb.SE). Na sequência, entre os dias 25 e 27 de abril, foi realizada a 178ª Reunião do Conselho Superior do IAB (COSU), com abrangência nacional. Os dois eventos foram promovidos pelo Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento Sergipe (IAB-SE) com apoio do IAB Nacional. O IAB RS esteve presente na reunião.

Leia Mais →

Primeira fase da requalificação da Avenida 25 de Julho em Flores da Cunha iniciará em maio

Flores da Cunha de cara nova: a partir do mês de maio, a principal via da cidade – que conecta o município de norte a sul – será requalificada. A iniciativa da administração municipal iniciou ainda em 2021, com o lançamento do Concurso Público Nacional “Avenida 25 de Julho”, realizado em parceria com o IAB RS, e apoio do CAU/RS e da ABAP, e resultou em um novo projeto estético e funcional para a Avenida 25 de Julho. Em função das chuvas, a prefeitura informou que a cerimônia de início da obra, com o lançamento da Pedra Fundamental, foi adiada, e nova data será divulgada em breve.

Leia Mais →

50 anos do retorno da democracia em Portugal e colônias africanas é celebrado com exposição no IAB RS

Em 25 de abril de 1974 Portugal retomava o regime democrático, após um longo período de ditadura iniciada em 1933. A chamada Revolução dos Cravos é relembrada, 50 anos depois, por meio de uma exposição organizada pelo Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento Rio Grande do Sul (IAB RS) e a ADUFRGS Sindical, com apoio do Consulado Português, e curadoria de Airton Cattani e Daniela Fialho, que colecionou 47 cartazes de manifestações distribuídos nas ruas no período da revolução. A exposição segue aberta no Solar do IAB (Rua General Canabarro 363, Centro Histórico, em Porto Alegre), com visitação gratuita de segunda a sexta-feira, das 10h às 12h, e das 14h30 às 17h, até o dia 24 de maio.

Leia Mais →