Receba Newsletter

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

Já está no ar o site dos Planos Populares de Ação Regional

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Já está no ar o site www.planospopularespoa.org dos Planos Populares de Ação Regional (PPAR). O projeto de assistência técnica em planejamento urbano foi desenvolvido durante dois anos pelo Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento Rio Grande do Sul (IAB – RS) em parceria do Cidade em Projeto – Laboratório de Ensino Pesquisa e Extensão (CPLAB – UFRGS) e patrocínio do Conselho de Arquitetos e Urbanistas do Rio Grande do Sul (CAU-RS).

No site é possível acessar objetivos, ficha técnica e metodologia utilizada pelas equipes, além dos resultados dos processos das regiões RGP1, RGP 2, RGP 4 e RGP 7 e o diagnóstico da região RGP5.  O plano RP1 já está publicado com revisão, os demais logo estarão completos disponíveis no site. Em breve, ainda serão disponibilizadas no endereço eletrônico as versões resumidas de todos os planos.

O projeto criado em 2018 surgiu a partir da reivindicação de alguns Conselheiros das Regiões de Gestão do Planejamento (RGPs) no Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano Ambiental (CMDUA) de Porto Alegre.

O Coletivo Ambiente Crítico (CAC) e o Escritório Modelo Albano Volkmer (EMAV) apoiaram o projeto, além de dois Projetos de Extensão da UFRGS: o Planos Populares de Ação Regional e o 4º Distrito: diálogo entre atores sociais e conhecimento sobre o território. Também foram realizadas parcerias populares com os Conselheiros, Delegados, moradores e movimentos sociais de cinco das oito RGPs do município, sendo assim possível desenvolver uma estratégia de mobilização e participação social.

O projeto ofereceu formação e assistência técnica através de oficinas participativas, espaços de discussão e proposição sobre questões urbanas relativas a cada RGP.  Os Planos resultantes desse processo se distanciam do olhar exclusivamente técnico, buscando evidenciar as carências, os desejos, as dificuldades da vida cotidiana e, sobretudo, das lutas urbanas a partir de leituras comunitárias. É a realização de um momento do Direito à Cidade.

IAB - RS

Por: Diretoria Instituto de Arquitetos do Brasil - IAB

Outras Notícias

IAB RS retoma editais de cultura

Após uma pausa por conta das enchentes que assolaram o Rio Grande do Sul, o IAB RS está pronto para a retomada dos editais de cultura. Os contemplados no Edital Galeria Espaço IAB e no Edital de Ocupação Artístico-Cultural serão divulgados na próxima quarta-feira, 10 de julho.

Leia Mais →

Exposição “Portugal, 50 anos da Revolução dos Cravos” reabre no IAB RS

Em virtude dos efeitos da crise climática que se abateu sobre Porto Alegre e Rio Grande do Sul, a visitação da exposição “Portugal, 50 anos da Revolução dos Cravos”, inaugurada no dia 25 de abril no IAB RS, foi interrompida. A iniciativa foi reaberta no dia 3 de julho, e segue em cartaz até 31 de julho, com visitação disponível de segunda à sexta, das 10h às 12h, e das 14h30 às 17h30.

Leia Mais →

Nota de falecimento: Emil Bered

Faleceu hoje, 2 de julho, em Porto Alegre, o arquiteto e ex-presidente do IAB RS Emil Bered. As homenagens serão realizadas na capela 3 do Crematório Metropolitano, em Porto Alegre, a partir das 12h, e a cremação será às 17h.

Leia Mais →

IAB relembra manifesto contra A LGBTQIA+fobia

No encerramento do mês do orgulho LGBTQIA+, rememoramos o manifesto lançado há quatro anos pelo Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), elaborado pelos arquitetos Natan Arend, Igor Vetyemy e Luiz Sarmento. O IAB reitera seu firme compromisso com a defesa da diferença, da liberdade e dos direitos da comunidade LGBTQIA+. Em 28 de junho, celebra-se o Dia de Luta contra a LGBTQIA+fobia, data que evoca a Revolta de Stonewall em 1969, marco inicial na resistência contra décadas de opressão e criminalização policial da comunidade LGBTQIA+.

Leia Mais →

Outras Notícias

Nota pública: Suspensão da urbanização da Fazenda do Arado

A fazenda do Arado é patrimônio ambiental, arqueológico, histórico, cultural, arquitetônico e paisagístico de Porto Alegre, constituindo-se de uma zona primordial para manutenção de espécies da fauna e da flora, sujeita a enchentes e alagamentos por encontrar-se abaixo da cota de inundação do Guaíba. A zona serve como espaço de extravasamento natural do Guaíba, importante de ser preservado. O IAB RS reitera a necessidade de atenção máxima por parte dos governantes, sociedade civil, entidades e instituições às questões ambientais e suas relações com a cidade.

Leia Mais →