Receba Newsletter

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

MP quer que prefeitura formalize suspensão das atividades do Plano Diretor

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
A prefeitura de Porto Alegre deve formalizar a suspensão das atividades presenciais de revisão do Plano Diretor durante o período de quarentena – esse é o entendimento do Ministério Público estadual.

Na segunda-feira, dia 23 de março, a promotora Débora Regina Menegat, da Promotoria de Justiça de Habitação e Defesa da Ordem Urbanística destinou ao prefeito Nelson Marchezan Júnior (PSDB) uma recomendação para que torne mais explícita a não realização de atividades participativas do processo.

A recomendação cita Instrução Normativa emitida na semana anterior pela Secretaria Municipal de Meio ambiente e Sustentabilidade, que orienta o regime de trabalho remoto dos servidores e suspende as reuniões semanais do Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano Ambiental (CMDUA).

"Não se pode agora desenvolver ações deliberativas ou decisórias sem passar por instâncias democráticas", disse Débora em entrevista ao Jornal do Comércio. A promotora diz ainda que considerou, em sua recomendação, a nota emitida pelo coletivo de entidades AtuaPOA, do qual o IAB RS faz parte.

Na semana passada, uma manifestação do AtuaPOA endereçada ao Ministério Público, à Prefeitura e à Câmara de Vereadores questionava a garantia do processo participativo de revisão do Plano durante o período de quarentena em Porto Alegre ocasionado pelas medidas de prevenção ao Coronavírus.

IAB - RS

Por: Diretoria Instituto de Arquitetos do Brasil - IAB

Outras Notícias

Na mídia: IAB RS participa de reportagem da Folha de São Paulo sobre reconstrução do RS

A copresidente do IAB RS, Clarice Misoczky de Oliveira, concedeu entrevista para reportagem da Folha de São Paulo. O ponto central foi a reconstrução do RS. “A questão habitacional é mais dramática. Há municípios no Vale do Taquari, como Muçum e Roca Sales, que se desenvolveram em áreas de encostas. Cidades como Santa Tereza em que parte das casas estão em áreas de inundações. Precisamos construir com segurança”, disse.

Leia Mais →

MANIFESTO IAB RS PARA A RECONSTRUÇÃO DO RS

Considerando a enorme tragédia causada pelos efeitos da crise climática e pelo descaso do poder público com o planejamento urbano e regional sustentável na promoção de cidades justas, igualitárias e ecologicamente  equilibradas, a Comissão Cidades/IAB RS, por meio deste, manifesta a necessidade de atenção às questões referentes às diferentes escalas de planejamento, arquitetura e urbanismo para reconstrução das cidades do Rio Grande do Sul, aqui agrupadas em dois grandes grupos: (A) Planejamento Urbano e Regional e (B) Moradia Digna.

Leia Mais →

Outras Notícias

COMUNICADO DO IAB RS SOBRE O ESTADO DE CALAMIDADE CLIMÁTICA

O momento é grave e compreendemos que enquanto Instituto temos um trabalho de articulação de impacto a médio prazo, sendo provocadas e estruturadas redes que auxiliem nas questões habitacionais e de reestruturação das cidades, com projetos que considerem os riscos e impactos que os eventos climáticos tem gerado em nossas cidades, de modo mais frequente e de maior intensidade. Compreendendo a sensibilidade das questões ambientais, com a natureza impondo seus limites, frente às ocupações urbanas.

Leia Mais →

Nota pública em apoio às familias atingidas pelas enchentes no RS

O IAB-RS manifesta solidariedade às famílias atingidas pelas inundações e enchentes no Rio Grande do Sul. Os eventos de chuvas extremas estão se mostrando uma realidade com recorrência no nosso estado. O momento pede a soma de esforços de todos os setores da sociedade para ajudar aqueles que estão em situação de vulnerabilidade.

Leia Mais →