Receba Newsletter

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

O trapiche e o lago – Crônica de Francisco Riopardense de Macedo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Caminhos cruzados marcam o início da formação urbana. Avenida Sepúlveda e rua General Câmara – o acesso – e rua da Praia – oeste/leste – a linha de abastecimento e primeira ocupação. O primeiro destes caminhos se constitui de dois trechos: um do “trapiche” à rua da Praia e outro da Matriz à mesma rua da Praia, com essa desenhando uma ‘cruz’, onde se apóia o início do estudo da evolução urbana. A sucessão dos nomes atribuídos inicialmente ao primeiro espaço é boa indicação para intuir a primeira utilização dele. Ponto de inflexão entre o caminho terrestre e o rio, de múltiplo interesse para o abastecimento dos estancieiros que viviam perto da Capela Grande (Viamão), não devem ser considerados como nomes oficiais. Entre outros podem ser relacionados: porto de Ornelas (1732), porto de Sebastião Francisco Chaves (1732), Campos de Dentro de Viamão, Porto de São Francisco, Porto dos Casais e Porto Alegre. O certo é que, na terceira década do século XVIII, como se vê, o espaço já era usado como eixo da área funcional onde a circulação se firmaria e o comércio se estabelecia (1732), registrando o início de elementar ocupação. “Foi ali que se construía uma ‘capela’…coberta de palha tendo como orago São Francisco das Chagas, elevada a curato em 3 de dezembro de 1747… Assim se propunha aquela área a servir ao Tratado de Madri (1750) pelo qual a Espanha entregaria a Portugal a região de Rio Grande de São Pedro a ela pertencente desde o Tratado de Tordesilhas.” Ali desembarcaram os açorianos, em 1752, e quando foi criada a Freguezia de N.S. de Madre de Deus (1772), o entorno do ‘trapiche’ não era mais o Lago de Viamão. “…agora era um porto considerado alegre que dava nome ao lago e à cidade, hoje se chama um e outra coisa Porto Alegre.” Francisco Riopardense de Macedo Engenheiro, Urbanista, Professor Titular de Arquitetura Paisagista FARQ/UFRGS

Por: Diretoria Instituto de Arquitetos do Brasil - IAB

Outras Notícias

Solar do IAB-RS ganha restauro da fachada

Quem por muitos anos cruzou pela esquina da Rua Riachuelo com a Rua General Canabarro, no Centro Histórico de Porto Alegre, notava parte do antigo casarão escondido em seus tapumes. Pois o cenário desse cruzamento está prestes a mudar. O Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento do Rio Grande do Sul (IAB-RS) começou esta semana o restauro tão esperado da fachada de seu Solar, que já foi morada do Conde de Porto Alegre entre 1855 e 1875.

Leia Mais →

IAB RS elege nova direção para o triênio 2023/2025

O Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento do Rio Grande do Sul (IAB RS) elegeu no último sábado (26/11) a nova direção da entidade para o triênio 2023-2025. Foi eleita a chapa única denominada “IAB Cidade, Cultura e Sociedade”, encabeçada pela nova presidente do IAB RS,  Clarice Mizocsky de Oliveira. A arquiteta e urbanista divide a presidência com mais três lideranças femininas que integram a gestão compartilhada: Paula Silva Motta dos Santos, Nathalia Pereira Danezzi e Bruna Bergamaschi Tavares.

Leia Mais →

Eleição virtual no IAB RS será neste sábado (26/11)

A Assembleia Geral Ordinária de Eleições para o triênio 2023/2025, que vai definir a nova diretoria do Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento do Rio Grande do Sul (IAB RS), ocorrerá de forma virtual, no sábado dia 26 de novembro, das 9h às 21h. Vale lembrar que apenas associados arquitetos e urbanistas, em dia com a entidade, poderão participar do processo eleitoral. Também informamos que os núcleos do IAB RS no interior do Estado terão acesso somente a sua plataforma local.

Leia Mais →

Outras Notícias

Aos 96 anos, o arquiteto Emil Bered lança seu primeiro livro

Autor de várias edificações icônicas da paisagem urbana de Porto Alegre e do interior do Rio Grande do Sul, o arquiteto ex-presidente do IAB RS Emil Bered, de 96 anos, lança seu primeiro livro que apresenta a trajetória profissional e acadêmica, além de oferecer relatos, imagens e emoções de sua vida pessoal, associados a depoimentos de familiares e colegas de profissão. Será na quarta-feira (23/11), às 18h30min, no saguão da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da UFRGS.

Leia Mais →