Receba Newsletter

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

Resultado do Prêmio IAB-RS 5ª Edição

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

A entrega do Prêmio IAB-RS foi realizada no dia 18 de março de 2005, durante o Jantar Comemorativo de 57 anos da entidade. O projeto vencedor foi o do “Centro Cultural Banco do Brasil”, de autoria de Fernanda Reis Schreiner, da UFRGS. Em segundo lugar ficou o “Projeto de Requalificação Habitacional Vila Beco da Bagunça”, de Cláudia Pauperio Titton, do UniRitter; e em terceiro ficou o projeto de Rodrigo Fonseca Gamboa, da PUCRS, sobre o “Centro Cultural Itinerante Ilha do Presídio”. A Comissão Julgadora ainda concedeu Menção Honrosa ao trabalho “Espaço de Ocupação Coletiva”, de Giancarlo Gasparotto, do UniRitter. Veja abaixo a ata de julgamento com os comentários sobre os projetos vencedores: Ata de Julgamento do Prêmio IAB-RS, 5ª Edição – Trabalhos Finais de Graduação dos Semestres 2003/2 e 2004/1 No dia quinze de março de dois mil e cinco, das quatorze às dezenove horas, reuniu-se no Solar Conde de Porto Alegre a Comissão Julgadora do Prêmio IAB-RS, 5ª Edição, semestres 2003/2 e 2004/1, composta pelos Arquitetos Alexandre Esteves Sant’Anna, Cristiano Viégas Centeno, Edson Krebs, Jefferson Lanes e João Bazácas Corrêa, todos eles indicados pelo IAB-RS, sendo eleito o Arq. Jefferson Lanes para presidir a Comissão Julgadora. Por ocasião da sessão de julgamento, fez-se presente também a Comissão Organizadora do Prêmio IAB-RS, representada pelo Arq. Cleandro Krause. Dando início aos trabalhos, foram estabelecidos os critérios para análise e avaliação, que foram os seguintes: inovação e criatividade do partido e tema adotados, considerando-se os aspectos de ambiência, conforto ambiental, integração com o entorno e contexto, implantação, estratégia compositiva, linguagem arquitetônica, articulação entre forma, função, qualificação dos espaços, aspectos tecnológicos e construtivos, detalhamento, representação e expressão gráfica da proposta. Em continuidade, a Comissão Julgadora deu início à análise e avaliação dos 13 (treze) trabalhos inscritos e expostos, os quais foram indicados pelas seguintes faculdades de Arquitetura e Urbanismo do Estado: UFSM, UNIRITTER, UNISC, UNISINOS, ULBRA-Torres, UFRGS, PUCRS, URCAMP, UCPEL e UFPEL. A Comissão Julgadora procedeu a uma avaliação individual, que selecionou 4 (quatro) trabalhos para uma nova avaliação, sendo após selecionados 3 (três) para indicação ao Prêmio IAB-RS e um para menção honrosa. Finalmente, foram escolhidos os merecedores do primeiro, segundo e terceiro lugares, por ordem de mérito: 1º lugar: “Centro Cultural Banco do Brasil”, autora Fernanda Reis Schreiner, Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Comentários da Comissão Julgadora: apresenta adequada reciclagem e revitalização de prédio em ruína, resgatando a estrutura existente e dando a ela destaque, com boa integração entre esta e a nova edificação proposta; uso com efetividade de soluções técnicas simples e elegantes, com linguagem contemporânea, permitindo percepções diferenciadas diurna e noturna; ótimas ligações entre as edificações, seja por passagens elevadas como pelo tratamento do pavimento térreo; projeto maduro, com possibilidades reais de implantação. 2º lugar: “Projeto de Requalificação Habitacional Vila Beco da Bagunça”, autora Cláudia Pauperio Titton, UNIRITTER. Comentários da Comissão Julgadora: metodologia de projeto adequada, envolvendo pesquisa bastante embasada na técnica construtiva e nos aspectos sociais; clara preocupação com a viabilidade; a implantação mostra preocupação com o entorno urbano existente, vegetação, topografia e hábitos da comunidade; abrangência de diversas escalas espaciais, desde a solução urbanística até o detalhamento de arquitetura, chegando a resultados que superam as soluções tradicionais de habitação popular, especialmente pela estética apresentada. 3º lugar: “Centro Cultural Itinerante Ilha do Presídio”, autor Rodrigo Fonseca Gamboa, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Comentários da Comissão Julgadora: tema adequado ao sítio escolhido, com solução criativa de projeto, envolvendo espaços internos e externos e, até mesmo, elemento móvel, na forma de “teatro itinerante”; boa revitalização e requalificação dos espaços existentes; criação de programa turístico, com possibilidade de implantação.
A Comissão Julgadora considera de grande importância destacar os trabalhos escolhidos, no que se refere à oportunidade e viabilidade de sua execução, bem como a clareza de sua apresentação.
A Comissão Julgadora decidiu conceder Menção Honrosa ao trabalho “Espaço de Ocupação Coletiva”, autor Giancarlo Gasparotto, UNIRITTER, pela coerência entre proposta e solução arquitetônica, sendo inovador na forma como se coloca frente ao programa; necessitaria maior clareza de apresentação, de modo que a expressão arquitetônica pudesse ser melhor avaliada.
Antes de encerrar os trabalhos, a Comissão foi unânime em sugerir a divulgação dos resultados do Prêmio IAB-RS, com exposição e apresentação, pelos vencedores, dos seus trabalhos nos cursos de Arquitetura e Urbanismo, como forma de incentivar os estudantes, demonstrando a qualidade e atualidade de suas propostas.
Encerrando os trabalhos de julgamento, lavro a presente ata, que vai por mim assinada e pelos demais membros da Comissão Julgadora.
Porto Alegre, 15 de março de 2005.
Arq. Jefferson Lanes
Arq. Alexandre Esteves Sant’Anna Presidente da Comissão Julgadora
Arq. Cristiano Viégas Centeno
Arq. Edson Krebs
Arq. João Bazácas Corrêa

Por: Diretoria Instituto de Arquitetos do Brasil - IAB

Outras Notícias

Outras Notícias